terça-feira, julho 28, 2009

A Proposta


Quando a doce Audrey Hepburn entrou na terceira idade, você passou a ir ao cinema atrás de uma comédia romântica esperando somente por mais do mesmo, certo? É a pura verdade, até porque quando um diretor tenta explorar algo novo dentro do gênero - Sofia Coppola (Encontros e Desencontros) ou Paul Thomas Anderson (Embriagado de Amor) por exemplo -, a massa se irrita, mas os críticos adoram. Quando unem o útil ao agradável - James L. Brooks (Melhor É Impossível) ou Peter Weir (Green Card) -, todo mundo sai feliz. Só que na temporada rentável do verão americano, Hollywood quer saber mesmo é de faturar. É inocência demais esperar por algo especial.

Inocência... Palavra interessante para definir o perfil do público fiel de comédias românticas. Pessoas sonhadoras, que acreditam no amor verdadeiro. E ele existe. Mas o sentimento dentro deste gênero de filme andava sem porta-voz. Meg Ryan, Julia Roberts e Sandra Bullock já passaram da casa dos quarenta anos e parece que o cinema americano ainda não encontrou uma substituta à altura desse trio. Muito menos à altura de Audrey Hepburn.

E é por causa de Sandra Bullock que A Proposta (The Proposal, 2009) funciona tão bem. Mesmo com seus vários clichês. Mesmo com uma trama previsível da primeira à última cena. Ainda assim, mesmo com uma ou outra cena brega, o filme é emocionante e divertido. Ora bolas, assim é o amor.

Eu creditei o sucesso do filme à quarentona Sandra Bullock, ainda cheia de carisma, com a energia de uma menina, e mais madura como atriz, mas esqueci do novo astro Ryan Reynolds, que é uma grande promessa. O filme não é inteiramente de Sandra. É dos dois. É da química entre a dupla que o filme acontece e se torna verossímil, cativante.

Sandra é Margaret Tate, o Diabo vestindo Prada em A Proposta. Editora de livros durona, sem coração, ela é a típica chefe sem vida social, que desconta suas amarguras nos funcionários. Mas que, aos poucos, mostra que é humana como qualquer outra pessoa. Reynolds é Andrew Paxton, seu assistente. Filho de família rica, ele entrou numa cruzada idealista, sonhando ser editor como a chefe, além de ver seu livro publicado em um futuro não muito distante. Por isso, suporta as grosserias de Margaret. Mas a chefinha cai do pedestal ao ser obrigada a voltar para o Canadá, seu país de origem, quando seu visto é negado. Dona de ideias rápidas, que não negam sua dedicação ao lado profissional, ela diz aos seus superiores que irá se casar com o pobre Andrew. Ele aceita a proposta com duas condições: Margaret será obrigada a promovê-lo a editor e a publicar seu livro. Feito. Agora, o "casal" só precisa sobreviver a um final de semana com a família de Andrew - o que pode convencer de vez o agente da imigração.



Enfim, você já sabe como isso vai acabar. Mas Sandra Bullock e Ryan Reynolds são ótimos. Mesmo com ela sendo bem mais velha do que ele, o roteiro de Pete Chiarelli e a atuação da dupla convencem a plateia de que ambos podem (e devem) se apaixonar. Além disso, Sandra Bullock e Ryan Reynolds unem boa forma física e carisma - tudo o que Hollywood quer. Mais: Sabem ser durões de corações moles. Sem canastrice.

De quebra, A Proposta tem bons coadjuvantes como Craig T. Nelson, Mary Steenburgen e a bela Malin Akerman. Mas quem brilha é a veterana Betty White, como a avó de Andrew. Quem pensa que brilha é Oscar Nuñez, da série The Office. Mesmo com uma cena grotesca numa floresta - na companhia de Sandra Bullock -, a Sra. White segura bem a onda. E ela tem um momento fantástico no final. Já Nuñez protagoniza cenas constrangedoras, que não fariam a mínima falta ao filme. Mas, ok, você sai do cinema sorrindo. É a maior prova de que A Proposta cumpre o que promete.

Um olhar mais atento ainda vai fazer um paralelo entre A Proposta e Green Card, o belo filme de Peter Weir, com Gérard Depardieu e Andy MacDowell, sobre um "casal falso", que se une para garantir a permanência do francês nos EUA da moça. Mas é inútil fazer outro tipo de comparação entre o filme de Anne Fletcher, que dirigiu Vestida Para Casar, e Peter Weir, um gênio que realizou A Testemunha, Sociedade dos Poetas Mortos, O Show de Truman e Mestre dos Mares. A Proposta é apenas mais do mesmo. Mas com o diferencial de Sandra Bullock e (surpresa) Ryan Reynolds. Já está de bom tamanho.

A Proposta (The Proposal, 2009)
Direção: Anne Fletcher
Roteiro: Peter Chiarelli
Elenco: Sandra Bullock, Ryan Reynolds, Malin Akerman, Craig T. Nelson, Mary Steenburgen, Betty White, Denis O'Hare e Oscar Nunez

12 Comments:

At 2:39 PM, julho 28, 2009, Anonymous Denis Torres said...

Vou ver hoje, por isso leio sua crítica depois. Mas já gostei das 3 estrelas. Abs!

 
At 4:11 PM, julho 28, 2009, Blogger Johnny Strangelove said...

Nao é um filme maravilhoso, mas diverte como qualquer n comedia romantica existente ...

O filme serve mais para atestar a magnifica fase de Ryan Reynolds ... confio nele desde The Nines ... eheheh

abraços

 
At 5:36 PM, julho 28, 2009, Blogger Otavio Almeida said...

DENIS
Veja sim! Depois conta o que achou. Abs!

JOHNNY
Ryan Reynolds me surpreendeu. O filme é dele também. Abs!

 
At 8:06 PM, julho 28, 2009, Blogger Bruno Soares said...

Não tenho problemas com comédias romanticas, especialmente com as da Bullock. Sobre a Ryan, coitada, acho as cirurgias atrapalharam ainda mais que a idade.

Abrazo!

 
At 10:55 PM, julho 28, 2009, Anonymous Kamila said...

Realmente, este é um filme totalmente clichê, mas que se sustenta por causa da química entre Sandra Bullock e Ryan Reynolds. Só me incomodei com aquela necessidade de redimir a personagem da Sandy. Preferia vê-la malvadona até o final. rsrsrsrsrsrsrsrrs

Beijos!

 
At 12:07 AM, julho 29, 2009, Anonymous Thiago Mb said...

Pena que esse filme já saiu de cartaz aqui, queria muito ver no cinema, o jeito agora é esperar em DVD, mas pelo visto, deve está MUITO bom, esses dois são diversão garantida. :D abr

 
At 9:53 AM, julho 29, 2009, Blogger altieres bruno machado junior said...

Olá Otavio

Eu gosto muito da Sandra Bullock. Não sou o maior fã de comédias românticas, mas têm várias que são bem legais. Gostei dos seus comentários. QUERO VER ESSE FILME PARA CONFERIR.

Abraços e até mais.

 
At 12:01 PM, julho 29, 2009, Blogger Rodrigo Andreiuk said...

a crítica esta ótima!

 
At 1:33 PM, julho 29, 2009, Blogger Mayara Bastos said...

Tenho bastante curiosidade em conferir este filme, por causa do casal protagonista e de ver uma comédia descompromissada o que deve ser o caso deste "A Proposta". ;)

 
At 7:08 PM, julho 29, 2009, Anonymous José Reis said...

Não assisti o filme ainda, mas não é necessário nenhum comentário se o filme é protagonizado pela Sandra Bullock. Ela em si já é o filme.

 
At 7:56 PM, julho 29, 2009, Blogger Museu do Cinema said...

Ainda não me animei a ver esse, apesar de gostar da Sandra, odeio o retardado do Ryan!

 
At 12:13 AM, julho 30, 2009, Anonymous Vinícius P. said...

Como já comentei no blog da Kamila, já não vejo tanta graça na Sandra Bullock, mas devo ver o filme até porque parece ser divertido.

 

Postar um comentário

<< Home