sexta-feira, outubro 09, 2009

O cinema segundo Tarantino


LEIA RÁPIDO:
“Cara, eu já te falei mil vezes e já estou cansado de repetir a mesma coisa de novo e de novo e de novo: Quentin Tarantino mudou o cinema. Como assim não concorda? PORRA! Tô te falando, cara! Preste atenção: Hollywood precisava de uma chacoalhada daquelas e os filmes andavam politicamente corretos demais. Lembra desse termo antigo que significa nada mais, nada menos que a preservação do maldito conservadorismo, puritanismo ou qualquer “ismo” que saisse da América? Pois é. Em (agora, leia pausadamente) mil-novecentos-e-noventa-e-dois, (já pode acelerar a leitura de novo) esse cara, que trabalhava em locadora, sim, eu disse LOCADORA, fez um filme chamado Cães de Aluguel, que ganhou elogios até de Scorsese na época. Claro, tinha sangue, uma orelha cortada, um tiroteio no final que lembra John Fuckin’ Woo e um sujeito sangrando até a morte. A garotada adorou, vibrou por sair da mesmice, mas os adeptos do blá-blá-blá reclamaram do excesso de violência que não passava na TV etc etc. Mas o filme foi cultuado em mostras, festivais… só que ainda faltava aquela produção capaz de prender a atenção das malditas massas…”

PAUSA PARA GRITÃO:
“O QUE FOI, MULHER? NÃO TÁ VENDO QUE TÔ CONVERSANDO AQUI COM MEU IRMÃO? CALMA! JÁ VOU LEVAR O LIXO PRA FORA!”

CONTINUANDO, BEM MAIS CALMO:
“Você acredita nisso? Casamento, irmão! Casamento! A mulher acha que pode me interromper como Kanye West… Ora, onde eu estava mesmo? Ah, sim. Então, Quentin Tarantino saiu do anonimato. fez um roteiro aqui e ali para Oliver Stone e Tony Scott, o cara do metrô, sabe? Lembra de Irmãos Gêmeos, com Arnold Schwarzenegger e Danny DeVito? Então, Tony Scott é Danny DeVito, enquanto Ridley Scott é Arnold Schwarzenegger. Hahahahaha… Entendeu? Hmm, enfim, ainda faltava a Tarantino um filme capaz de seduzir as massas, como eu já disse. E eu te dou duas palavras: PULP, FICTION. É… Talvez o filme mais influente dos anos 90. É… O cara trouxe de volta o John Travolta! É… Hmm, isso soou estranho, “trouxe de volta o John Travolta”, mas é verdade. Travolta dançou e foi indicado ao Oscar, mas tanto ele quanto o filme e o Tarantino perderam pra Forrest Gump. Pois é. Pulp Fiction fez História…

… Mais tarde, Tarantino fez Jackie Brown, que é bacana, mas não tem a originalidade e a fúria de seu filme anterior, sem falar que o Samuel L. Jackson de Pulp Fiction ganharia na porrada do Samuel L. Jackson de Jackie Brown… QUÊ? COMO ASSIM “O CARA DO SABRE ROXO DE STAR WARS”? QUER QUE EU TIRE ESSE SORRISO DA SUA CARA? Ok, antes de George Lucas destruir Star Wars, Sam Jackson foi o bad motherfucker de Pulp Fiction. Ok? E ele não aparecia em qualquer lixo como hoje em dia. Não esqueça mais disso!

Bom, o Tarantino, você sabe, não é perfeito. Ninguém é perfeito. Nem Jesus Cristo, como aquele Dan Brown disse. Enfim, Quentin Tarantino insiste em trabalhar com o chapa Robert Rodriguez. Não gosto desse cara, mas não conte a ninguém. Eles fizeram várias bobagens. Pelo menos, o Tarantino salvou metade de Grindhouse com o Kurt Russell posando de David Hasselhoff, em Knight Rider.

Mas eu gosto mesmo é de Kill Bill, cara. Os dois volumes juntos dariam um filme melhor que Pulp Fiction. Mas, ei, ei, ei, ei… Eu disse, leia meus lábios: Os-dois-volumes-juntos. Ok? Pulp Fiction ainda é o melhor! Uma Thurman é uma deusa! Pior que ela está em Pulp Fiction e Kill Bill. Cara, ela precisava aparecer em todos os filmes do Tarantino. TODOS! O fato é que…”

CORTA PARA O GRITÃO:
“QUE FOI, MULHER? JÁ DISSE QUE VOU LEVAR O LIXO DAQUI A POUCO! AAAAAAAH, CALA A BOCA!”

CONTINUANDO, BEM MAIS CALMO:
“Cara, não dá, perdoe a patroa… Mas depois a gente continua a falar sobre o Tarantino!”

7 Comments:

At 5:50 PM, outubro 09, 2009, Blogger La Barca FC said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 5:56 PM, outubro 09, 2009, Blogger Pedro Henrique said...

Hahahaha. Que beleza. Ótimo. Muito bacana! Pena que o cara não gosta do Rodriguez.

Abs!!!

 
At 7:43 PM, outubro 10, 2009, Blogger Roberto F. A. Simões said...

Lol... Onde desencantou você esse texto?

:b

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

 
At 8:43 PM, outubro 10, 2009, Anonymous Kamila said...

Fantástico post, Otavio! Adorei!

Beijos!

 
At 2:24 PM, outubro 11, 2009, Anonymous Vinícius P. said...

É bem isso mesmo, apesar de não concordar com a parte do Rodriguez - ainda que o Tarantino seja bem superior...

 
At 9:00 PM, outubro 15, 2009, Blogger Bruno Soares said...

Eu tb gosto do Rodriguez. Apesar de achar que el se apequenou nos últimos anos. Já, Tarantino. Sou fã do cara com orgulho. Ninguém brinca de ser gênio como ele hoje em dia.

 
At 10:58 AM, outubro 21, 2009, Blogger Museu do Cinema said...

Muito "cool"...

 

Postar um comentário

<< Home