quarta-feira, março 12, 2008

O Morcego é imbatível

Com todo o respeito ao Homem de Ferro e ao Incrível Hulk, mas Batman é o melhor. Sempre foi. Entre os super-heróis de 2008 nos cinemas, o Homem-Morcego é o mais esperado pela maioria.

Se os filmes de Tim Burton são melhores ou não, pelo menos, Christopher Nolan fez um belíssimo trabalho ao reinventar o herói criado por Bob Kane, em Batman Begins (2005). Acho que Burton é um diretor mais talentoso, mas ele não conseguiu a carta branca do estúdio naquela época, que Nolan tem hoje para tocar os filmes como bem entender.

Em Batman Begins,
Christian Bale esteve ótimo no papel principal e os fãs tiveram a certeza de que uma série decente sobre o personagem ganhava ali o seu ponto de partida.

E preciso dizer isso: ninguém comenta a fantástica trilha de James Newton Howard e Hans Zimmer. É tão boa quanto aquela de 1989 feita por Danny "Oingo Boingo" Elfman.


Agora, os olhos estão voltados para Batman - O Cavaleiro das Trevas. Se o primeiro não trouxe um vilão clássico do Homem-Morcego (o Espantalho não vale, vai), o novo filme tem o Coringa. Como todos sabem, Jack Nicholson foi um Coringa sensacional na produção original de 1989. Desta vez, Heath Ledger assume a pele e a alma do Palhaço do Crime. Se no filme de Burton, o Coringa roubou todas as cenas do insosso Batman de Michael Keaton, a Warner direcionou o marketing agressivo de O Cavaleiro das Trevas em cima de um Heath Ledger possuído pelo personagem.

O irônico nisso tudo é que Heath Ledger morreu em janeiro deste ano. Há poucos meses da estréia, a campanha da Warner precisou mudar. Até o dia 18 de julho, quando o filme chega aos cinemas de todo o mundo, as artes promocionais destacarão o Homem-Morcego e o ator Aaron Eckhart como o político Harvey Dent - quem é fã, sabe que ele se tornará o vilão Duas Caras. A ordem é parar com as imagens insanas do Coringa de Ledger.

Pelo trailer, parece que Heath Ledger tentou se aproximar do Coringa dos quadrinhos, que é um assassino psicopata bem diferente daquele caracterizado por Jack Nicholson no filme de Tim Burton. Sua dedicação chegou ao ponto do colega de cena Michael Caine, que faz o Mordomo Alfred, revelar que a energia de Ledger nas filmagens deixava o jovem ator esgotado. Apesar dos detalhes que se cruzam nos trabalhos de Burton e Nolan, acho que o melhor jeito para embarcar na nova produção é não fazer comparações.

Até que Batman - O Cavaleiro das Trevas poderia homenagear Heath Ledger nos créditos, afinal como ficam aqueles que não curtem quadrinhos e o próprio Batman? E quanto aos fãs ainda tristes pela morte do ator? Convenhamos: será muito estranho ver Ledger como um bandidão louco nessa altura do campeonato.

Por esses motivos, talvez o filme não seja a maior bilheteria do ano (ou não represente uma ameaça para a coroa de Titanic). Mas estamos esquecendo de algo muito importante nesse projeto: o Homem-Morcego é uma figura pop consolidada e os fãs assistirão ao filme independentemente da tragédia ocorrida em janeiro. A presença nos cinemas de milhares de batmaníacos está mais do que garantida. E acredite: eles são muitos e isso seria o suficiente para a Warner aprovar um terceiro longa. Portanto, não duvidem do potencial do Morcego.

8 Comments:

At 4:38 PM, março 12, 2008, Anonymous Wally said...

Acho que a morte de Ledger, por mais triste que seja, vai chamar ainda mais pessoas. Todos querem conferir o ultimo trabalho do jovem ator. Pelo menos, o que acho, claro. Seria o minimo de respeito que poderiamos dar a ele. Assistir ao filme. Mas ao lado de Enigma do Principe e Indiana Jones, trata-se do projeto blockbuster que mais aguardo no ano, isto se nao for o maior. Acho Batman Begins fantasticos, bem mais denso e envolvente que os primeiros de Burton (apesar de bons, nao gostei da forma como introduziu o personagem, foi um trabalho feito apenas para fas). Ja Batman Begins tracou de forma definitiva e brilhante a ascencao do heroi. E essa sequencia promete...muito. Nao gosto de comparacoes, mas so no trailer o Coringa de Heath me soou bem mais no espirito do personagem que o de Nicholson, como todo respeito ao astuto trabalho do ator genial. E 'e isso, estou prevendo um filmaco, sem duvida. Minhas esperancas estao com Nolan, que ate agora nao me decepcionou uma vez se quer.

Ciao!

ps: critica de De Olhos Bem Fechados ja ta no ar. ;)

 
At 4:54 PM, março 12, 2008, Blogger fabiana said...

Eu vi o trailler no cinema dia desses e olha, é muito frustrante ver o Coringa de Ledger na tela e saber que ele não retornará. Lagriminhas...

Sentimentalismo à parte, eu acho que o Cavaleiro das Trevas tem tudo para ser a maior bilheteria dos filmes de super heróis esse ano, já que há uma aceitação muito grande por parte dos fãs de quadrinhos e do personagem Batman (eu inclusive) vivido por Cristian Bale. Vida longa ao Batman e todas as suas continuações!

Abraço

 
At 5:30 PM, março 12, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Daqui alguns anos, vamos ver como ficará a imagem de Heath Ledger, ele será lembrado pelo Coringa ou pelo caubói Ennie Del Mar?

Abraço!!!

 
At 6:07 PM, março 12, 2008, Blogger Kamila said...

Eu espero igualmente por esse "The Dark Knight" e por "The Incredible Hulk". Acho que a morte do Heath Ledger representa um desafio para os próximos filmes, mas é bom lembrar que, em "The Dark Knight", teremos o Harvey Dent, que é um outro vilão que pode ser melhor aproveitado em futuros filmes. Enfim, acho que este novo Batman ainda irá figurar durante bons anos pela telona!

Beijos.

 
At 8:38 PM, março 12, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Eu sou fã do Batman e acompanho o personagem da sua principal fonte, os quadrinhos, desde a infância. Posso dizer com antecedência que o Coringa de Heath Ledger é o mais fiel ao personagem dos quadrinhos. O coringa de Jack Nicholson é divertido e cool, mas é só isso, não tem nenhuma profundidade. Não chega a ter momentos de insanidade pura como nos gibis, pois o Coringa é um vilão cruel e sem remorsos, e talvez Ledger tenha levado esse "lado" principal do personagem a sério demais. A ponto de Jack Nicholson ter dito após a morte do ator: "Eu avisei..." De qualquer maneira, mesmo sendo fã do Batman, nem todas as adaptações do cinema foram boas e algumas (principalmente o filme 3 e 4) chegam a ser ridículas. Até hoje, mesmo sendo fã do Batman, considero Superman (o primeiro, com Marlon Brando), como a melhor adaptação de quadrinhos na história do cinema, insuperável até o momento. Que Batman Begins me surpreenda, mas vai ser difícil...

 
At 8:45 PM, março 12, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Wally, li sua crítica e deixei comentário. Muito bem!

Fabiana, eu só sei que tem gente falando que o BATMAN vai perder público por causa da morte do Heath Ledger. Eu acho que o filme será um sucesso.

Pedro, eis a questão...

Kamila, vc tem fé no HULK. Espero que vc esteja certo. O trailer sai já já.

Denis, minha adaptação favorita é HOMEM-ARANHA 2. Mas todo mundo gosta do Batman. Tirando um grupo do tamanho da torcida do Botafogo.

Abs!

 
At 9:50 PM, março 12, 2008, Anonymous Denis Torres said...

O primeiro Super Man foi revolucionário e de vital importância para o crescimento e principalmente o aceitamento do público maior como filme de entretenimento de maior nível. Os outros filmes do Batman vieram bem após isso. É simplesmente histórico. Abraços.

 
At 10:08 PM, março 12, 2008, Blogger Flávia said...

Acho que as pessoas vão querer ver o Heath Ledger mais uma vez... Eu pelo menos, vou.

Bjs!

 

Postar um comentário

<< Home