domingo, março 09, 2008

Rambo IV


Não há muito o que dizer a respeito de Rambo IV (Rambo, 2008). E é fácil demais apontar defeitos em filmes desse calibre. Sei que é difícil de compreender, mas o novo exemplar da série escrito, dirigido e protagonizado por Sylvester Stallone é feito sob encomenda para os fãs de Rambo - e aqueles que ficam acordados para saber qual será a atração do Domingo Maior, da Rede Globo. Para esse público, Rambo IV não decepciona. É ação truculenta como se fazia nos anos 80. Quem só vai ao cinema atrás de um Sangue Negro, por exemplo, deve passar longe. Simples assim.

Como cresci com gente divertida como Stallone, Schwarzenegger, Bruce Willis (nunca gostei do Chuck Norris) e quem me dava educação não me deixava ver "filmes adultos demais", eu não perdia as produções dessa turma. Algumas eram ruins de doer. Mesmo para um menino de 10, 11 anos. Mas Rambo sempre foi legal.

Só acho que em Rambo IV, que não precisava ser feito, Stallone pensou em fazer um filme mais... realista. O que seria um pecado imperdoável para os fãs do personagem se fosse uma produção dos anos 80 ou do início dos 90. Mas como estamos no século XXI, um Rambo atual ou próximo da realidade é até plausível.

Veja bem: ele está velho. Não dá mais para acreditar no cara de faixa na cabeça resolvendo tudo sozinho na Birmânia. Em vez de matar um por um, dessa vez, ele tem ajuda de um grupo de mercenários. Se bem que Rambo encontra a solução solitariamente: metade de seus inimigos são dizimados por uma explosão nuclear, enquanto a outra metade parte desta para uma melhor quando o herói pega numa metralhadora infernal. Fim de papo.

E o filme é isso. Só que bem mais real do que Rambo I, II e III - as mortes e a edição nervosa de Rambo IV são no estilo de O Resgate do Soldado Ryan, um dos filmes mais inovadores da década passada. Enfim, Rambo IV é ótimo nas cenas de ação (ou mutilação) e vale muito mais o ingresso quando os atores estão de boca calada e correndo para todos os lados.

Lógico que é um filme cheio de problemas, mas como fã, eu fiquei satisfeito. Ainda prefiro os anteriores (o que é um problemão para quem não curte o personagem e Stallone), afinal Rambo IV não acrescenta nada aos outros filmes - tirando a bela cena final, que conclui de uma vez por todas a saga. E bem. É uma cena que pede um "The End" clássico na tela. Espero que Stallone e Hollywood entendam que aquilo foi um final digno para Rambo.

Rambo IV (Rambo, 2008)
Direção: Sylvester Stallone
Roteiro: Art Monterastelli e Sylvester Stallone
Elenco: Sylvester Stallone, Julie Benz, Matthew Marsden, Graham McTavish, Reynaldo Gallegos, Jake La Botz, Tim Kang, Maung Maung Khin e Paul Schulze

11 Comments:

At 8:42 PM, março 09, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Exatamente. Esse Rambo foi muito mais realista.
E convenhamos, ficou barbada pegar aquela metralhadora e matar todo mundo né. Enfim, salvou a vida de muitos.

Abraço!!!

 
At 8:55 PM, março 09, 2008, Anonymous Wally said...

Como sabe, não sou fã de Rambo. Não vi nenhum dos anteriores e este ai não confiro nos cinemas. Quem sabe um dia?

Ciao!

 
At 12:01 AM, março 10, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Pô Otávio, trocou The Bucket List por Rambo? Esse filme é pra ver em dvd!

 
At 12:55 AM, março 10, 2008, Blogger Marcus Vinícius said...

Mortes no estilo God OF War, isso sim, hehe. Também sou fã do 'one-man-army', não vejo a hora de conferir!
Abs, té mais!

 
At 11:01 AM, março 10, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Pois é, Pedro! A metralhadora e a bomba. Não se esqueça da bomba.

Wally, eu não recomendo. Só se vc viu os outros três e gosta da diversão.

Denis, eu vi RAMBO no sábado. Domingo, eu tentei ver ANTES DE PARTIR, mas entrei em JOGOS DO PODER.

Marcus, agora falta um filme sobre o Kratos, não?

Abs!

 
At 1:57 PM, março 10, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Jogos do Poder é bom?

 
At 1:57 PM, março 10, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Jogos do Poder é bom?

 
At 2:12 PM, março 10, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Vc é um guerreiro Otávio, conferir isso só mesmo tendo muita coragem.

Só verei se for em cópia pirata, e emprestada.

 
At 2:39 PM, março 10, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Denis, a crítica vem já já...

Obrigado, Cassiano! Eu estava preparado!

Abs!

 
At 4:18 PM, março 10, 2008, Blogger Kamila said...

Otavio, nem sei se quero assistir a este novo "Rambo". E a impressão que eu tenho é a de que o Stallone quer recuperar a carreira dele recriando seus personagens mais marcantes. Foi com Rocky, agora é com Rambo.

Beijos.

 
At 6:48 PM, março 10, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Se para um fã é apenas um 'filme satisfatório', imagina para quem não tem intimidade alguma com a série? Enfim, gostei do novo "Rocky", mas devo passar longe desse "Rambo IV" - nada contra, apenas não faz meu estilo.

 

Postar um comentário

<< Home