segunda-feira, setembro 29, 2008

Denis Contra-Ataca


Ok, amigos, não ando com muito tempo para me dedicar ao blog como gostaria. Mas pretendo voltar ao normal em breve com posts todos os dias. Ou uma média dessas. Pensando nisso, abri espaço aqui no Hollywoodiano para uma coluna semanal (ou quase isso) do cinéfilo Denis Torres Ferreira, que é são-paulino, logo tem o rei na barriga. Ele é chato, persistente, mas entende de cinema e seu estágio aqui no Hollywoodiano é merecido. Enfim, o cara comentará filmes recentes, outros nem tanto e será responsável pelas respostas dos comentários da coluna Denis Contra-Ataca. Ele começa com uma crítica de Rebobine, Por Favor, o aguardado filme de Michel Gondry (Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças), que está em cartaz no Festival do Rio 2008.

Agradeço ao jovem amigo são-paulino e a todos vocês.

Muito obrigado!

Otavio Almeida



Rebobine, Por Favor,
de Michel Gondry


Rebobine, Por Favor (Be Kind Rewind, 2007) é uma daquelas comédias raras no cinema atual. A história gira em torno de três personagens: Jerry (Jack Black), Mike (Mos Def) e Elroy Fletcher (Danny Glover), este último dono de uma locadora decadente, que ainda aluga fitas VHS num prédio prestes a ser demolido.

Fletcher sai à procura de idéias de como ressuscitar e ter dinheiro para manter seu negócio. Enquanto isso, deixa seu funcionário Mike tomando conta da loja. O problema é que Mike tem Jerry como seu melhor amigo - e todos sabem que quando Jack Black está na área é melhor sair de baixo...

Após ser eletrocutado e entrar na locadora como um ímã ambulante, Jerry desmagnetiza todas as fitas. Para que o já fraco negócio de Fletcher não vá a total falência, Jerry e Mike fazem remakes tosquíssimos e hilários dos filmes apagados. E não é que a fórmula se torna um sucesso? Filmes como Os Caça-Fantasmas, A Hora do Rush 2, O Rei Leão, RoboCop e Conduzindo Miss Daisy, são "refilmados" pela dupla de forma impagável. Portanto, segure o riso na cadeira!

O elenco feminino é uma atração à parte: temos Sigourney Weaver numa participação rápida, enquanto Melonie Diaz encanta com seu jeito travesso e Mia Farrow está ótima como a meiga e doce amiga de Fletcher.

A trilha sonora de Rebobine, Por Favor é um delírio, principalmente para quem gosta de jazz. E quem conhece Fats Waller vai adorar toda a brincadeira feita com o lendário músico, cuja autobiografia é refeita no filme. Clássicos como Your Feets Too Big, Ain't Misbehavin e I Ain't Got Nobody fazem parte da educação de qualquer um que aprecie boa música.

Porém, quem está pensando que Rebobine, Por Favor é apenas uma comédia bobinha e leve, está enganado. Nossos tempos cínicos fazem esquecer que o cinema foi e deveria ser, uma experiência coletiva. Fica claro no filme que contar uma história é uma necessidade humana, por mais tolo que isso possa parecer. Todos nós queremos fazer parte de algo maior e sonhar é algo belo, mesmo que esse sonho nunca se realize. No escuro do cinema, somos todos crianças à procura de nosso passado e vislumbramos nosso futuro com fé. Sim, os blockbusters e as mega-produções nos fizeram esquecer ou consumir esse sonho de forma desenfreada e quase irracional. Sem nenhuma reflexão.

O novo filme do diretor francês Michel Gondry não é nenhum quebra-cabeças como o belíssimo Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças, mas ele é encantador pela sua simplicidade; pela produção modesta que é e pela química entre os integrantes do elenco. É aquele tipo de filme que certos atores até deveriam abrir mão do cachê, pois fica evidente como muitos deles estão à vontade e felizes por participarem de algo tão leve e divertido. Aliás, a cena final é emocionante e serve como exemplo para que todos não se esqueçam de saborear os momentos simples e preciosos que têm se tornado tão raros.


Denis Torres Ferreira

18 Comments:

At 6:35 PM, setembro 29, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Otávio, gostei do nome da coluna, pois Star Wars tem lugar de honra aqui na prateleira de casa. Outro nome legal também seria O Retorno do Rei, mnas é melhor não comentarmos sobre isso, rsrs.

 
At 6:35 PM, setembro 29, 2008, Anonymous Kamila said...

Opa, Denis! Seja bem-vindo ao Hollywoodiano! Parabéns ao Otavio pelo convite feito também a você!

Eu não sou a maior fã de "Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças". Mesmo assim, acho a premissa deste "Rebobine Por Favor" excelente e, se bem trabalhada (o que parece ser o caso), dá um bom filme!

 
At 6:45 PM, setembro 29, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Denis, O RETORNO DO REI nós veremos na última rodada do Brasileirão!

Kamila, preciso falar com você sobre SBBC. E com o Vinicius. Mandem e-mails pra mim, por favor.


Abs!

 
At 6:47 PM, setembro 29, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Kamila, o filme é divertido e cheio de vida. Quando chegar em dvd, pode alugar sem medo. Teremos as suas ótimas colunas por aqui também? Abs.

 
At 12:15 PM, setembro 30, 2008, Blogger Marcus Vinícius said...

Esse filme deve ser bem legal mesmo, a idéia de história dele é muito boa. Já "Brilho Eterno..." é uma obra muito foda, colocaria no mesmo hall de "Encontros e Desencontros".

O Grêmio é foda, sempre tem que fazer os torcedores sofrerem feito cardíacos. Pior será ouvir dos coloridos: "nós ganhamos de 4 a 1 do campeão". Isso sim será chato.

=)

Abraços!!

 
At 12:30 PM, setembro 30, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

É um filme leve, sem dúvida. Apesar da brincadeira do Gondry ser muito bem-humorada, o filme não me atingiu. A originalidade e trilha sonora são os destaques de "Rebonine, Por Favor". A história poderia ter sido melhor aproveitada, mas não há dúvidas de que a brincadeira com os filmes "suecados" é ótima. Jack Black é hilário! Enfim, o filme não é ruim, apenas não me conquistou!

Abraço, Denis!

E continue sonhando com o título, nós já perdemos tudo que tínhamos que perder, agora será só glória, começando pelos próximos dois jogos em casa! Anota aí: dia 18 o Grêmio retoma a liderança isolada do campeonato brasileiro!

 
At 2:50 PM, setembro 30, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Marcus e Pedro, o Grêmio não me convence mais. Depois dessa derrota, acho que vocês vão ter trabalho para se manter entre os 4, imagine ser campeões! Mas ainda assim (depois do meu tricolor, lógico) ainda prefiro o Grêmio do que o Palmeiras campeão. O campeonato está emocionante, com certeza, e irá ser disputado até as últimas rodadas. Abs.

 
At 4:42 PM, setembro 30, 2008, Blogger Kau Oliveira said...

Denis, excelente começo! Apesar de ser um texto muito interessante, acredito que o filme tenha um defeito: Jack Black. Tenho problemas seríssimos com este ator. Mas não será uma barreira; vou conferir assim que puder anyway.

Abs!

 
At 6:28 PM, setembro 30, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Kau, pode acreditar, mesmo com os maneirismos e exageros de Jack Black, ele não compromete em nada o filme e faz uma dupla bem legal com o Mos Def. Abs.

 
At 11:49 PM, setembro 30, 2008, OpenID cineresenhas said...

Denis, você estreou no Hollywoodiano com o pé direito, pois o seu texto de "Rebobine, Por Favor" está ótimo! Espero que tenhamos muitas oportunidades de ler mais análises de sua autoria.

Por Michel Gondry conduzir na tela um tema tão curioso é quase perceptível que uma homenagem a magia de se fazer cinema está presente. Mas eu daria na cara dele por saber agora que Sigourney Weaver tem uma rápida aparição!

 
At 10:17 AM, outubro 01, 2008, Blogger Hélio said...

Seja bem vindo ao blog!

Agora, este filme nao me desceu. Na verdade, desisti antes mesmo de acabar, algo que nao costumo fazer. Por mais que a tematica seja atraente, nada funciona, os dialogos sao horriveis, a execução é ruim, jack black fazendo seu mesmo tipo pela enesima vez (mas com piadas ruins), o Mos Def é pessimo ator, a propria discussao VHS x DVD chegando com anos de atraso, direção nada inspirada... nossa, pra mim foi um dos piores filmes do ano.

Mas que bom que gostou. Nada pior que ver um filme em que no final (ou ate antes disso), voce ve que nada se salva...

Abraços!

 
At 10:55 AM, outubro 01, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

O Grêmio funciona melhor quando ninguém "acredita" nele!!!

 
At 11:27 AM, outubro 01, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Alex, obrigado pelos elogios. A Sigourney Weaver faz uma pontinha mesmo, eu diria até minúscula. Mas só a sua presença dá mais credibilidade ao filme.

Hélio, eu só julgo um filme quando o assisto até o fim e a segunda parte dele é bem mais interessante, mas mesmo assim eu entrei no clima das brincadeiras no começo do filme.

Pedro, como torcedor gremista que vc é, tem que acreditar até o fim mesmo e a função dos outros é secar, se bem que o "acreditar" é bem mais forte que o "secar". Abs.

 
At 9:50 PM, outubro 01, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Quero muito ver esse "Rebobine, Por Favor" e fiquei ainda mais curioso depois desse ótimo texto do Denis. Abraço!

 
At 10:39 PM, outubro 01, 2008, OpenID cineresenhas said...

Denis, "minúscula"? :(

Abraços, boa quinta-feira!

 
At 12:07 AM, outubro 03, 2008, Blogger Cecilia Barroso said...

Ainda não conferi o título, mas estou bem curiosa. Gosto dos atores e de Gondry.

Estréia aqui amanhã...

Ps.: Que a coluna seja um grande sucesso.

 
At 12:33 AM, outubro 03, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Valeu Vinícius, abraços!

Alex, a Sigourney Weaver aparece e é o que importa, rsrs.

Cecília, espero que goste do filme como eu. Seja bem-vinda e obrigado.

 
At 6:16 PM, abril 04, 2013, Anonymous Anônimo said...

There is build for customers . to mail a check or other penalty charges. Credit are lower are called so as repayment duration is very short. If a student takes out this vast array of loan there will be a lot of pressure when you need to pay it back on time. Do not be bothered if you have only insufficient amount of money in funds at the time when you need to get rid most typically associated with some bills promptly. [url=http://fastonlinepayday.co.uk/]payday loan [/url] Pay Day Loans Uk , %h3G

 

Postar um comentário

<< Home