terça-feira, abril 22, 2008

Awake - A Vida por um Fio


Depois de Awake - A Vida por um Fio (Awake, 2007), eu começo a acreditar que filmes estrelados pela adorável Jessica Alba são verdadeiras "frias". Eu não vi, mas amigos confiáveis me garantiram a ruindade de produções recentes com a menina (O Olho do Mal é um exemplo). Não preciso passar por isso. Acredito neles.

Hayden "Anakin Skywalker" Christensen vai pelo mesmo caminho. Depois de Star Wars - Episódio III: A Vingança dos Sith (o filme decente da nova trilogia de George Lucas), Christensen pagou mico em Jumper e, agora, em Awake.

Em sua estréia, o roteirista e diretor Joby Harold segue uma narrativa completamente bagunçada. Awake começa com pose de filme sério ao explicar uma situação rara: apesar da anestesia geral colocar os pacientes no décimo sono, alguns permanecem conscientes na hora da cirurgia. Dados numéricos comprovam que isso é verdade. Ok. Mas será que uma parcela desses infelizes consegue sentir dor durante o processo? Awake diz que sim, mas como não sou médico, não vou entrar nessa discussão.

Só que até o filme chegar nessa parte, a trama é conduzida como um draminha romântico para lá de piegas com a gracinha Jessica Alba fazendo beicinho e dizendo a Hayden Christensen que merece casar de véu e grinalda, etc. O importante nesse primeiro ato é saber que o filhinho-milionário-de-mamãe Clay (Christensen) tem um problema cardíaco e precisa urgentemente de um transplante. Até entrar na faca, o rapaz se casa com Sam (Jessica). Mas você sabe: quando uma moça linda e escultural como Jessica Alba está desesperada para subir no altar... hmm... aí tem.

Encerrado o ato "novela das oito", Clay se submete ao transplante, mas descobre que a anestesia geral não funcionou. Desse ponto em diante, Awake vira uma espécie de Olha quem Está Falando Macabro - o tagarela sofre e comenta toda a cirurgia. O pobre coitado ainda ouve os médicos planejando sua morte, mas não pode fazer nada a respeito. Está pronta a sinopse de uma futura noite de sábado em Supercine.

Mas o pior está por vir no terceiro e último ato com suas inevitáveis reviravoltas forçadas, dilemas morais e acertos de contas com o passado. É hora de dar risada, desligar o cérebro, aceitar essa bobagem e dizer ao diretor Joby Harold: "Me engana que eu gosto." Afinal, só ele não percebeu como tudo é resolvido de forma previsível.

O filme recebeu duas indicações ao Framboesa de Ouro nas categorias de Pior Atriz (Jessica Alba) e Pior Dupla (Jessica Alba e Hayden Christensen). Não por acaso. Mas nessa altura do campeonato, acho que os críticos não deveriam jogar tanta pressão em cima de Hayden Christensen e Jessica Alba. Seria como o torcedor do América-RJ (ou a imprensa esportiva) cobrar títulos de um elenco tão limitado. Como o tradicional time carioca, em que os erros da diretoria refletiram no campo, Awake é um equívoco que começou no estúdio e terminou em sua montagem final. Se fosse um time de futebol, Awake teria de jogar mesmo na segunda ou na terceira divisão.


Awake - A Vida por um Fio (Awake, 2007)
Direção: Joby Harold
Roteiro: Joby Harold
Elenco: Hayden Christensen, Jessica Alba, Terrence Howard, Lena Olin, Christopher McDonald, Arliss Howard e Fisher Stevens

11 Comments:

At 5:45 PM, abril 22, 2008, Blogger Kamila said...

Eu vou repetir aqui o que escrevi no blog do João:

"As pessoas pegam um pouco pesado com a Jessica Alba. Ela não é a melhor atriz do universo, mas, nesse "Awake", ela não compromete.

O Hayden Christensen é que é uma tábua, praticamente. Não expressa sentimento algum.

As partes que mais me agoniaram nesse filme foram as que mostravam Clay na sua consciência anestésica. As reviravoltas do roteiro são boas, apesar de óbvias, mas o filme - em si - não é tão ruim assim."

Beijos!

 
At 6:30 PM, abril 22, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Estou muito exigente, Kamila? Bjs!

 
At 6:37 PM, abril 22, 2008, Blogger Kamila said...

Só um pouquinho... Mas, faz-se necessária uma boa dose de exigência, até porque os lançamentos - na sua maioria - são horrorosos mesmo!

Beijos!

 
At 10:37 PM, abril 22, 2008, Blogger Flávia said...

Eu imaginava que o filme fosse explorar mais essa questão da anestesia não funcionar durante uma cirurgia, que é um problema raro, mas acontece sim. Inclusive li antes do filme ser lançado que os médicos estavam preocupados com a reação do público, e com a forma com que isso seria retratado. Mas acho que não há com o que se preocupar, afinal o filme é só mais uma trama com reviravolta no final...

Bjs

 
At 10:54 PM, abril 22, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Onde é que se vomita?

Abraço, Otávio!!!

 
At 2:07 AM, abril 23, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Otávio, agora uma pergunta muito séria: Qual dessas 2 trilogias de ficção/fantasia você considera superior no geral: Star Wars ( a dos anos 70/80, lógico) ou Senhor dos Anéis? E também gostaria que você enumerasse aspectos que você considera mais bem sucedidos em uma trilogia e menos na outra? Mas eu peço que você responda com isenção emocional, pois é lógico que Star Wars marcou muito mais a nossa geração do que a dos jovens de hoje...

 
At 2:07 AM, abril 23, 2008, Blogger Rodrigo Fernandes said...

Que coisa, já tinha lido que o Hayden estava um pouco mejhor nesse aí, e vc vem com esse papinho de que ele tá pior heheheh... putz, agora já nãos ei nem se vou garantir meu ingresso na sessão desconto do cinema pra ve-lo, hehehe... as vezes eu ganho o ingresso e vá assistir, rs...
o problema é que não dá rpa reclamar depois para ter o dinheiro de volta...rs
abraços!!!

 
At 3:20 PM, abril 23, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

o esculacho ... não precisava tanto ... se dissesse que era ruim ... tava de bom tamanho ...

 
At 3:39 PM, abril 23, 2008, Blogger ღ mey ♥¨`*•.¸¸.•*´¨♥ღ said...

bah, essa ai nem atriz é, é modelinho se passando... kkk não vi SW mas to louca por jumper :p

bejoss

 
At 7:16 PM, abril 23, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Amigos, eu não gostei de nadinha nesse filme. Sorry!

Denis, ainda não sei dizer. Deixe-me pensar um pouco. Ok?

Abs a todos!

 
At 11:49 PM, abril 23, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

É, depois de "Olho do Mal", acho que passarei um bom tempo vendo os filmes com a Jessica Alba somente em DVD. Esse "Awake" nem parece ser tão ruim (apesar de você não ter gostado), mas ainda assim não quero arriscar. Ah, e a atriz estará em breve na comédia "The Love Guru" ao lado de Mike Myers - sinal que o filme não presta.

 

Postar um comentário

<< Home