quarta-feira, abril 16, 2008

Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto


O veterano Sidney Lumet foi indicado ao Oscar de Melhor Diretor por grandes filmes como 12 Homens e uma Sentença, Um Dia de Cão, Rede de Intrigas e O Veredicto. Mas nunca saiu da festa como vencedor. Lumet ainda assinou o magistral Serpico, com Al Pacino em uma de suas maiores atuações. Sua obra concentrada nos deslizes do homem comum numa situação de desespero marcou o cinema dos anos 1970 e influenciou muitos diretores da atualidade, principalmente no gênero policial.

Em 2005, o aparentemente aposentado Sidney Lumet foi homenageado pela Academia com um Oscar pelo conjunto de sua obra. Naquela ocasião, ele tinha 80 anos. Em 2007, no entanto, ele provou ainda ter fôlego para seguir como um inigualável contador de histórias sobre crime, ganância e desespero. O filme em questão é o excepcional Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto (Before the Devil Knows You're Dead, 2007), com Philip Seymour Hoffman, Ethan Hawke, Marisa Tomei e Albert Finney atuando como se este fosse o último trabalho de suas vidas.

Se o filme não está entre os cinco melhores de Sidney Lumet, isso não significa um problema. Para mim, a ordem de preferência ainda é 12 Homens e uma Sentença, Um Dia de Cão, Serpico, Rede de Intrigas e O Veredicto. Mas posso garantir que Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto vem logo atrás, em sexto lugar.

Para começo de conversa, quanto menos você souber da trama do novo Sidney Lumet, melhor. E não é aqui que eu vou te contar. Trata-se de uma história sobre um roubo e suas conseqüências. Pronto. Sente-se, relaxe e aproveite a viagem. Assim, você descobrirá que ainda é possível se surpreender no cinema com uma história teoricamente simples sem o recurso da tradicional reviravolta que acontece em nove entre cada dez filmes atuais de suspense, policial ou terror. Quem pensa que já viu isso antes, eu garanto que sairá do cinema agradecendo aos deuses da sétima arte pela oportunidade.

Parte dos méritos vai para a estreante Kelly Masterson, por seu roteiro forte e intrigante. É um dos melhores da década por sua ousada narrativa, que não é exatamente fragmentada de forma não-linear como, por exemplo, um legítimo Quentin Tarantino, mas contada cautelosamente em camadas. Isso permite que alguns acontecimentos chocantes do roteiro sejam mais importantes que o melodrama evidente, afinal isso é uma tragédia.

De fato, há algo de shakesperiano na condução da trama, que oferece um belo estudo de personagens com uma contribuição intensa dos atores. Preste atenção num diálogo solitário e amargo entre Albert Finney e Philip Seymour Hoffman. Na cena seguinte, Hoffman desabafa com Marisa Tomei dentro de um carro. Dá vontade de aplaudir toda essa passagem.

Outro ponto interessante é que apesar de ser um filme quase que de interiores, as ruas de Nova York em Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto têm um clima de década de 1970. Neste terreno, o velho Sidney Lumet encontra um prato cheio para posicionar sua câmera e deixar os atores brilhando. E quem conhece o cinema de Lumet, sabe o quanto ele ama essa cidade e é intenso na direção de atores e na transposição dos roteiros para as telas. Com Lumet, o roteiro de Kelly Masterson ganha uma aura setentista.

Mas, hoje, numa época menos rigorosa quanto a censura, a surpresa é ver um Sidney Lumet sem pudores ao filmar cenas de violência, sexo e nudez. É como se isso estivesse guardado em sua alma de cineasta. Dito isso, agora, tente visualizar como ele teria imaginado os relacionamentos entre Paul Newman e Charlotte Rampling, em O Veredicto, ou entre William Holden e Faye Dunaway, em Rede de Intrigas. É, rapaz... E Deus abençoe Marisa Tomei, aos 43 anos.

O título imenso do filme vem bem a calhar de um ditado irlandês: "Que você esteja no Céu por meia hora, antes que o Diabo saiba que você está morto." E isso é cinema. Isso é Sidney Lumet, um diretor que prova ser dono de um talento atemporal.

Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto (Before the Devil Knows You're Dead, 2007)
Direção: Sidney Lumet
Roteiro: Kelly Masterson
Elenco: Philip Seymour Hoffman, Ethan Hawke, Marisa Tomei, Albert Finney e Rosemary Harris

14 Comments:

At 5:36 PM, abril 16, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Quero muito ver esse filme Otávio, mas me diz uma coisa, viu em dvd ou no cinema?

Abraço!!!

 
At 5:43 PM, abril 16, 2008, Blogger ღ mey ♥¨`*•.¸¸.•*´¨♥ღ said...

oi, vi q vc curte cinema, musica e livros, queria te convidar pra visitar meu blog, q é sobre isso!!

bejos =*

 
At 6:40 PM, abril 16, 2008, Blogger Kamila said...

Foi lançado em DVD, Otavio???

Seu texto me deixou com MUITA vontade de assistir a este filme.

Beijos.

 
At 6:49 PM, abril 16, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Não foi lançado em DVD, Kamila e Pedro. Vi numa pré.

Mey, obrigado pela visita. Passo lá depois.

Abs!

 
At 9:58 PM, abril 16, 2008, Anonymous Wally said...

To doido para ver! Infelizmente só vi dois Lumet. 12 Homens e Uma Sentença (obra-prima incontestável) e Rede de Intrigas (também excelente). Eu comprei Um Dia de Cão recentemente e devo ver assim que tiver tempo. Quero ver esse aí no cinema. O elenco é show e sua crítica me intrigou.

Ciao!

 
At 4:51 AM, abril 17, 2008, Blogger Rodrigo Fernandes said...

Brabridade, apostando que não chegará tão cedo pra cá... isso pq sou otmista...rs... já estou com uma certa inveja de ti, Otávio, hehehe... mas é uam inveja boa (se é que existe esse troço), ahaha...
abraços!!!

 
At 9:44 AM, abril 17, 2008, OpenID cineresenhas said...

Otavio, ando adiantando muito a oportunidade em ver ao filme. Quem sabe eu consiga conferir neste final de semana? E minha atenção já está direcionada à Marisa Tomei, uma atriz que adoro.

Abraço.

 
At 10:07 AM, abril 17, 2008, Anonymous Márcio Tiago said...

Tive a oportunidade de assistir ao filme há poucas semanas e também o achei excelente. Gostei muito de sua crítica e acho que ela sintetizou bem o que é o filme. Espero que este não tenha o mesmo destino de 'Medo da Verdade' e que chegue aos nossos cinemas.

 
At 10:51 AM, abril 17, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Ué esse filme estreou ou foi download na internet?

 
At 11:02 AM, abril 17, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Eu vi numa pré para convidados. Ainda não sei quando vai estrear. Espero que chegue aos cinemas logo, assim como os três primeiros INDIANA JONES - é que outro dia, teve uma pré para convidados de OS CAÇADORES DA ARCA PERDIDA, mas não pude ir.

Abs!

 
At 11:30 AM, abril 17, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Filme maravilhoso, provavelmente um dos melhores do ano. Acho que perde um pouco o fôlego depois da excelente primeira parte, mas ainda assim é um trabalho como poucos. É Lumet de volta aos bons tempos e Philip Seymour Hoffman entregando uma atuação soberba - assim como todo o elenco, aliás.

Abraço!

 
At 11:50 AM, abril 17, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Você viu, Vinicius? Hoffman está soberbo mesmo! E Albert Finney, então? Acho que o filme terminará fácil, fácil entre os 10 favoritos deste blog em 2008.

Abs!

 
At 3:10 PM, abril 17, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Muito bom esse filme e concordo que a primeira parte é ligeiramente superior à primeira. Se for o último trabalho de Lumet é uma bela despedida em sua grande filmografia, pois nos últimos anos seus filmes foram apenas médios. Mas dessa vez, com esse elenco, tudo deu certo. Abs.

 
At 5:04 PM, abril 17, 2008, Blogger Hypado said...

Totalmente injustiçado esta obra-prima junto com o tambem excelente, Na Natureza Selvagem.

Juno?

Não, quem merecia o Oscar de Melhor Roteiro Original era este filmes espetacular, que nem sequer foi indicado.

 

Postar um comentário

<< Home