sexta-feira, julho 25, 2008

A série que mudou a TV para sempre


- Acabou, Scully.
- Você tem de fazer uma reclamação. Eles não podem...
- Podem sim.
- O que vai fazer?
- Eu vou... não vou desistir, não posso. Não enquanto a verdade estiver lá fora.

Diálogo entre Mulder e Scully, do episódio Jogo de Gato e Rato, final da primeira temporada.


Por Marcus Vinicius*
Especial para o HOLLYWOODIANO

Uma das maiores séries de todos os tempos, senão a maior, está para retornar. Pelo menos em termos. Série essa que serviu de base para praticamente todas as séries de investigação policial que vieram depois. Um fenômeno que angariou vários Emmys e Globos de Ouro durante suas nove temporadas. Agora, a saga em busca da verdade terá um novo capítulo a partir deste 25 de julho, com a estréia de Arquivo X - Eu Quero Acreditar. Por isso, nada melhor do que uma breve revisitada na cruzada percorrida por nossos caçadores de homenzinhos verdes preferidos.

Criada em 1993 por Chris Carter, que sempre contou com o roteirista Frank Spotnitz, e exibida no Brasil pela Rede Record, Arquivo X trazia uma premissa diferente das demais séries: dois agentes do FBI encarregados de resolver casos sem explicações lógicas ou científicas, mas que aos poucos vão entrando numa trama mais complicada do que imaginavam. De casos bizarros e inexplicáveis, eles acabam dando de cara com uma conspiração, que vai aos níveis mais altos do governo para esconder a existência de vida extraterrestre do público, além de futuros planos de colonização. É essa caça por alienígenas e essa conspiração absurdamente fantástica, que dá fôlego e move a série.

Porém, não seria exagero nenhum dizer que o ponto principal é o relacionamento e o equilíbrio entre os protagonistas. Fox Mulder (David Duchovny), que viu a irmã ser abduzida quando tinha apenas oito anos, realmente acredita na existência de vida extraterrestre e fará de tudo para provar isso; e a extremamente cética Dana Scully (Gillian Anderson), que contrapõe a visão de Mulder com o argumento científico. Esse antagonismo dá uma dinâmica muito boa para a trama. Há uma sensação de embasamento para todos os fatos - as explicações não ficam simplesmente no ar, por assim dizer.

Mas não é somente de Mulder e Scully que sobrevive o universo de Arquivo X. Vários personagens são tão importantes quanto os dois agentes. Exemplo: os três amigos nerds de Mulder, que lhe ajudam de vez em quando e editam a fictícia revista Pistoleiro Solitário. Eles ficaram tão famosos que ganharam um seriado, que foi exibido somente nos Estados Unidos. Personagens como Skinner (Mitch Pillegi), aliado dos agentes, e o Canceroso (William B. Davis), que é o representante da conspiração, têm suas parcelas de importância em episódios especiais - destaque para Meditações Sobre um Canceroso (4ª temporada), Suspeitos Incomuns (5ª temporada) e S.R. 819 (6ª temporada).

E já que estamos falando de episódios marcantes, a Fox lançou um box especial com os oito melhores episódios de acordo com Chris Carter e Frank Spotinz. O DVD Arquivo X Essencial apresenta comentários da dupla contando o porquê da escolha de tais episódios. Trata-se de uma forma de tirar uns trocados, claro, e também de acalmar os inveterados fãs - já que foram reveladas pouquíssimas informações sobre o novo filme. Os produtores se esforçaram muito para manter tudo debaixo dos panos.

Do pouco que se sabe, o foco de Arquivo X - Eu Quero Acreditar está na relação entre Mulder e Scully. Segundo o criador, o filme é uma mistura de suspense e terror. Não é exatamente um filme sobre ETs, OVNIs e conspirações. É difícil que conquiste novos adeptos, mas os antigos fãs certamente estão contando as horas pra matar a saudade de seis anos desde o encerramento da série.

No mais, pode-se fazer uma leitura geral que Arquivo X também discute como nos relacionamos com o desconhecido; de como nos relacionamos uns com os outros nesse mundo que esconde mais mistérios entre o céu e a terra do que podemos imaginar. Eu quero acreditar que a verdade continua lá fora e que continuará lá por muito tempo ainda.

* Marcus Vinicius é cinéfilo, gremista e, claro, fã de "Arquivo X".

19 Comments:

At 4:36 PM, julho 25, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Claro, com o Grêmio na liderança ele aparece...

Não sou muito fã de Arquivo X (o filme), mas vamos ver no que vai dar...

Abraços!!!

 
At 4:37 PM, julho 25, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Agradeço ao Marcus pelo texto! Mas um lembrete: o campeonato brasileiro está apenas começando :)

Bom final de semana a todos!

 
At 5:12 PM, julho 25, 2008, Anonymous Robson Santos Costa said...

Eu cresci vendo Arquivo X. Comecei a ver em 1993 com 13 anos e minha adolescência foi acompanhada por essa série fantástica. Acredito que um pouco da minha formação tem influência da série. (Ela era um incentivo para eu estudar química, física e matemática(depois eu explico) dentre outras coisas). Junto com Star Trek clássica e Twin Peaks(embora fosse mini-série) acho que é a melhor série de todos os tempos. Nunca mais gostei de uma série como de Arquivo X.
Pena que eu li tanta crítica negativa sobre o filme. Arquivo X merecia o melhor. Mas com certeza vou conferir

 
At 7:25 PM, julho 25, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Justamente Otavio, "o campeonato brasileiro está apenas começando", é por isso mesmo que o Palmeiras será campeão ;-)

Bem, adorei o texto do Marcus, mesmo não conhecendo nada da série (confesso que nunca vi um episódio sequer). O primeiro longa é um tanto regular, mas tenho muito interesse nesse "Eu Quero Acreditar". Abraço!

 
At 8:37 PM, julho 25, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Pedro, se não ganhar do Palmeiras no domingo vão falar que é mais um "cavalo paraguaio". É como o Otávio disse, é cedo para se empolgar e muita água ainda vai rolar por baixo da ponte... É pra chegar entre os 4 primeiros vai ter que se planejar e contratar bem, para ter o fôlego necessário na reta final.

 
At 9:20 PM, julho 25, 2008, Blogger Marcus Vinícius said...

Hehehe! Não, o nosso time querido tem nada a ver com isso Pedro, eu vou continuar 'sumido' por um bom tempo ainda, mas não pude negar o convite do amigo Otávio. Álias, deixo aqui constado em ata o meu agradecimento por tal.

Olhe, o time do Grêmio é mediano e tem muitas limitações, a começar pelo técnico, e o torcedor sabe disso. Claro que é cedo, tanto pra Flamengo, Palmeiras, São Paulo, ainda mais num campeonato tão equilibrado. Mas tá bom, vamos aos trancos e barrancos, como usual, o que importa mesmo é voltar a Libertadores! \o/

Abs!

 
At 9:26 PM, julho 25, 2008, Anonymous Kamila said...

Eu posso dizer que "Arquivo X" iniciou minha paixão pelos seriados de TV. Foi o primeiro programa do gênero que assisti e fiquei vidrada nos capítulos que iam ao ar na Record. Não sou a maior fã do primeiro filme baseado no programa, mas estou ansiosa demais para conferir o novo filme porque estou com saudades de Mulder e Scully.

Beijos e bom final de semana!

 
At 9:34 PM, julho 25, 2008, Blogger Weiner said...

Li uma crítica a respeito do filme na UOL Filmes e disseram que não passa de mais um episódio da extinta série - o que me deixou muito, mas muito feliz... Como o início do texto fala, é uma das melhores séries de todos os tempos. Ah, e citar Shakespeare é mesmo resumir o mote de "Arquivo X": "Há mais mistérios entre o céu e a Terra do que sonha nossa vã filosofia". Arrepiante.
Um abraço!

 
At 7:00 PM, julho 26, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Eu joguei futebol (no Grêmio inclusive) até o ano passado quando tive que parar por lesão. Não costumo errar previsões, já adianto, o título vai ficar entre Grêmio, Flamengo, Palmeiras e Inter.

São Paulo já ganhou o que tinha que ganhar, Vitória não tem grupo e Cruzeiro não tem comando.

Anotem e me cobrem depois.

 
At 11:06 PM, julho 26, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

é aquela coisa ...
Não sou fã de Arquivo X mas já vi alguns episódios e o queixo cai com a plena certeza ... Marcou época e tem uma caralhadas de fãs ... Se der para ver o novo filme ... beleza ... mas para mim um mero espectador comum não tem problema ... mas para fã de carterinha ... tem que ver no cinemão ...

abraços

 
At 10:11 AM, julho 27, 2008, Blogger contra-regra said...

Eu fui conferir e já adianto: os fãs da série vão curtir mais. É meio que um filme saudosista que rende homenagem ao extinto seriado. Pra quem nunca viu Arquivo X na TV fica meio insosso. Pelo menos, foi o que alguns amigos meus que foram assistir comigo (e não assistiram a série) acharam.

Discutir mídia e cultura (meu outro blog):
http://robertoqueiroz.wordpress.com

 
At 4:25 AM, julho 28, 2008, Anonymous Wally said...

Não vi a série e nem lembro do primeiro filme. Estou perdidinho aqui...

Mas tentarei corrigir isso em breve.

Ciao!

 
At 9:19 AM, julho 28, 2008, Anonymous Robson Santos Costa said...

Devo ver o filme quarta-feira, aí posto oque eu achei.

Se o meu Mengão não der mole como vem acontecendo tem tudo pra ganhar o Brasileirão.

 
At 11:51 AM, julho 28, 2008, Blogger Rafael Moreira said...

Confesso que nunca assisti um episódio sequer da série. Nem mesmo após ver o primeiro filme. Gostei o contexto e pretendo assitir "Arquivo x: Eu Quero Acreditar" em breve...

Abraço!

 
At 12:07 PM, julho 28, 2008, Blogger Cine Carranca said...

achei bem legal o seu blog, porém se tem uma coisa q eu detesto é o arquivo x......
é um dos piores seriados q ja foi feito!!!!
quer ver mais sobre series e filmes ruins???
cinecarranca!!!!!

 
At 3:27 PM, julho 28, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Otávio, após assistir Arquivo X _ I want to believe, só posso dizer uma coisa: I do not believe!

 
At 3:52 PM, julho 29, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Meu amigo gremista, que heresia, a série que mudou a TV para sempre? Para onde foi Twin Peaks?

Só não vou brigar pq vc é primeiro, e ninguém toca em quem tá lá em cima!

 
At 4:23 PM, julho 29, 2008, Anonymous Robson Santos Costa said...

Museu do cinema: eu até falei em Twin Peaks em um comentário mas lembre-se que Twin Pekas na realidade foi mini-série e não série, talvez por isso ele não tenha incluído. É claro que sem ela não existiria Arquivo X. E o Fox Mulder traveco em Twin Peaks, quem lembra? Hilário.

 
At 9:27 PM, julho 29, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Mais uma vez, obrigado ao Marcus pelo texto. Mas, Cassiano, só uma coisa, amigo: o título é culpa minha e não do gremista. Abs!

 

Postar um comentário

<< Home