segunda-feira, agosto 04, 2008

A Múmia - Tumba do Imperador Dragão


Nunca fui um grande fã dos filmes A Múmia, de 1999, e O Retorno da Múmia, de 2001. Mas assisti-los pela primeira vez sempre foi uma experiência divertida - daquelas de zerar o cérebro, esquecer seu próprio nome, obrigações e tudo o que estudou durante toda a vida. Quando a sessão terminava, porém, os filmes se recusavam a entrar na memória dos espectadores.

A Universal até pode usar a desculpa do filme de 1999 ser uma versão de ação e aventura do terror clássico do estúdio protagonizado por Boris Karloff, em 1932. Mas o diretor Stephen Sommers, que assinou os dois primeiros longas, bebeu mesmo na fonte de Os Caçadores da Arca Perdida. E até tentou ser Steven Spielberg, mas passou longe. A Universal, no entanto, quis mais. Com Sommers interessado em outros projetos (como G.I. Joe), o estúdio contratou um diretor ainda mais capenga, Rob Cohen (de Velozes e Furiosos, Triplo X) para fechar (será?) a trilogia que ninguém pediu. Mas em A Múmia - Tumba do Imperador Dragão (The Mummy - Tomb of the Dragon Emperor, 2008), Rob Cohen mostrou ser ainda mais fã de Stephen Sommers do que Steven Spielberg. Aí já viu... Sobra para o espectador.

Tudo que aparece neste novo filme é descartável e desnecessário. Se Sommers se repetiu em O Retorno da Múmia, Cohen repete o que deu certo e errado nos dois primeiros filmes. Não se trata nem de ver mais da mesma diversão. Mas de pagar pra ver a mesma história pela terceira vez sem qualquer novidade, além da troca de cenário e dos rostos do vilão e da mocinha. Sai o ridículo Imhotep (Arnold Vosloo) no Egito, entra o ridículo Imperador Han (Jet Li) na China (hmm... e o filme estreou exatamente na semana do início do jogos olímpicos). Mas a grande perda está na saída de Rachel Weisz como a mulher do aventureiro Rick O' Connell (Brendan Fraser). A personagem, Evelyn, continua lá, mas interpretada pela atriz Maria Bello. Coitada. A culpa não é dela se o filme é um desastre. Nem Rachel Weisz salvaria.

O problema para sustentar mais uma seqüência é que a mistura de Stephen Sommers com Rob Cohen não dá um Steven Spielberg. A Múmia também não é a série Indiana Jones. Rick O' Connell não tem o apelo de Indy e continua com um péssimo tratamento no desenvolvimento de seu personagem por parte dos roteiristas - desta vez, nem os autores de Smallville (Alfred Gough e Miles Millar) ajudaram. Quer mais? Brendan Fraser está longe de ter o carisma de Harrison Ford. E A Múmia não tem uma trilha marcante como a de John Williams. Aliás, A Múmia mal teve fôlego para agüentar um filme. Imagine três. E tem gente que fala mal de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, que é entretenimento puro sim. Mas é, antes de tudo, cinema. E feito por quem domina o ofício e a arte.

Ah, claro. A Múmia - Tumba do Imperador Dragão tem muito mais ação que O Reino da Caveira de Cristal. E muito mais efeitos digitais. Se é isso o que você quer, então espero que saia satisfeito do cinema. Também não se esqueça que os diálogos e os acontecimentos ofendem a inteligência. Não falo das famosas cenas " mentirosas" de um típico filme do gênero, mas da insistência em explicar a ação para o espectador - um personagem vem e antecipa o que será mostrado a seguir com uma frase engraçadinha -, o que tira qualquer surpresa. Nisso, o personagem-alívio-cômico de John Hannah (com suas piadas com timing de Tom Cavalcante) é craque. Se ele não explica antes da cena, o cara aparece para explicar depois.

Resumindo, você já viu esse filme antes. Mas por ser uma produção voltada para o entretenimento, Tumba do Imperador Dragão é como o ataque do Flamengo. Você cultiva a esperança de que vai sair algo interessante de dez em dez minutos, mas a conclusão da cena/jogada termina de forma patética. O pior de tudo é constatar que A Múmia e O Retorno da Múmia são muito superiores. E que um vilão sem vergonha como Imhotep faz falta. Aliás, a cena final é a deixa para um provável quarto filme. Aqui, neste blog, sinto muito, mas você não lerá críticas sobre A Múmia IV.

A Múmia - Tumba do Imperador Dragão (The Mummy - Tomb of the Dragon Emperor, 2008)
Direção: Rob Cohen
Roteiro: Alfred Gough e Miles Millar
Elenco: Brendan Fraser, Jet Li, Maria Bello, Luke Ford, Michelle Yeoh, John Hannah e Isabella Leong

23 Comments:

At 2:44 PM, agosto 04, 2008, Blogger Carla Martins said...

Imaginava mesmo. Só iria ao cinema para ver esse filme se me pagassem algum. Do contrário, jamais! Hahahah

 
At 2:45 PM, agosto 04, 2008, Anonymous Robson Santos Costa said...

Não vi o filme e provavelmente não irei ver (a não ser que uma companhia muito boa me convide...se é que me entendem).
Mas entrei aqui pra comentar sobre a comparação com o ataque do mengão. E pior, depois de ontem e da situação atual tenho que concordar....

 
At 4:59 PM, agosto 04, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

Porra ... só pepino mano?
Depois da glória vem a derrota ... ai fode qualquer um ... eitcha coragem em ...
Sempre aparece coisas do tipo para estragar os bons momentos do cinema pipoca ... como dizem aqui ...

isso é lasca demais!

 
At 5:00 PM, agosto 04, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

e eita comparação escrota com o mengo ... ehehehe

 
At 5:06 PM, agosto 04, 2008, Blogger Victor Nassar said...

Sabia que tu ias odiar o filme!
huahuahau
Não vi ainda esse novo, mas só pelo fato de terem mistura o "Abonável Homem das Neves" já achei um absurdo e me aborreci..hehe
Apesar disso, os filmes anteriores da série Múmia me valeram como aventura de domingo sem problema.

E..."piadas com timing de Tom Cavalcante" é ótimo! uhahua


Abs Otávio!

 
At 5:16 PM, agosto 04, 2008, Blogger fabiana said...

Hahahahahahahahaah

A Múmia e O retorno da Múmia me divertiram em uma época que Indiana Jones era só uma lembrança infantil. É por isso que não pretendo ver o terceiro filme, porque paciência tem limite. Primeiro vem a saída de Rachel Weisz, depois, uma história que se passa na China e tem Jet Li como um dos protagonistas.

Deveriam ter enterrado o filme junto com Imhotep no segundo filme. Cruzes!

 
At 6:21 PM, agosto 04, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Tá louco, Otávio. Só filme ruim! Se não fosse Wall-E e TDK este ano estaríamos perdidos...

 
At 6:24 PM, agosto 04, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Se não gostaram do último Indy vão gostar desse aí?

Só vejo semana que vem!

 
At 6:24 PM, agosto 04, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Tumba do Imperador Dragão é como o ataque do Flamengo, rsrsrs!

 
At 7:39 PM, agosto 04, 2008, Anonymous Kamila said...

Não assisti aos outros filmes da série, mas eu adorei "A Múmia - Tumba do Imperador Dragão". Sei que serei minoria entre os blogueiros cinéfilos, mas o filme não tem vergonha de ser ruim, de ter uma trama implausível e de querer divertir - e, por isso, merece todo meu respeito.

Beijos!

 
At 8:05 PM, agosto 04, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Confesso que adoro o primeiro filme da série, mas já achei "O Retorno da Múmia bem fraco - apesar de divertido, como você colocou. Não tenho o mínimo interesse nesse terceiro, tanto que muito provavelmente deixarei para o DVD devido aos péssimos comentários a respeito do filme. Abraço!

 
At 9:38 PM, agosto 04, 2008, Blogger Rafael Moreira said...

Certo vamos lá!
Estava só esperando um crítica ruim para me concordar plenamente. Odiei o filme, o que há de bom (os efeitos especiais, principalmente) é estragado pela carência do roteiro, que como você disse nem os escritores de Smallville conseguiram salvar.

A resposta para isso é que não tinha a menor necessidade desse filme acontecer. Nem Rachel Weisz salvaria esse filme, ainda bem que ela não participou, pobre Maria Bello. Eu não gosto de comparar "A Múmia" com "Indiana Jone". Eu até gostei o primeiro filme, se o segundo já parecia um pouco forçado, o que dizer de "A Tumba do Imperador Dragão" então?

 
At 11:24 AM, agosto 05, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Tenho inveja de vc e Kamila Otávio, vcs ainda tem saco para esse tipo de filme, eu só de pensar em ir ver isso me dá nausea.

Já vi muita Múmia!

 
At 11:25 AM, agosto 05, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

E já que vc falou do Flamengo, que cavalinho paraguaio hein. Torci para ganhar do Cruzeiro, mas a coisa vai mau.

 
At 11:26 AM, agosto 05, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Carla, VIAGEM AO CENTRO DA TERRA, que também é com Brendan Fraser, é melhor.

Robson, a coisa está feia no Flamengo. A tendência é piorar.

Johnny, a comparação é justa com o momento atual do meu time.

Victor, esqueci de citar os homens das neves. Quase fui embora quando eles apareceram.

Fabiana, que o Imhotep encontre a paz que ele não encontrou em vida.

Pedro, mil vezes Indy!

Kamila, você está sempre perdoada.

Denis, ataque bisonho, time bisonho, filme bisonho.

Vinicius, o único ponto alto da experiência de assisti-lo no cinema é aproveitar o som. Mas se você tem um Home Theater, o problema está resolvido.

Pois, é, Rafael! Um filme desnecessário. Mas deve ter alguma comunidade do Orkut em homenagem a esta série com um baita sorriso neste momento.

Cassiano, ainda acredito no cinemão. Como ainda acredito no meu time. Nunca deixo de acreditar.

Abs!

 
At 2:56 PM, agosto 05, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Otávio, o negócio tá feio lá na Gávea. Teve neguinho jogando bomba durante o treino dos jogadores. Só um imbecil mesmo para tomar uma atitude dessas! Isso só atrapalha o time.

 
At 3:59 PM, agosto 05, 2008, Blogger Cine Carranca said...

confesso que quando vi pela 1° vez o primeiro filme da Mumia no cinema eu nao tinha minhas opiniões formadas sobre os filmes, e ate gostei, achei muito bom a aventura e tudo mais....

hj em dia nao aguento nem assistir de novo. o retorno da mumia então! conseguiu ser pior....

nao tenho nem vontade de saber como é o 3° da serie....ainda mais depois que li sua critica!

 
At 4:37 PM, agosto 05, 2008, Blogger Robson Saldanha said...

Cara, só em DVD e olhe lá! A Múmia já deu o que tinha que dar!!

 
At 4:53 PM, agosto 05, 2008, Anonymous Robson Santos Costa said...

Otavio.
Eu tenho um Home-Theater em casa mas dificilmente uso pq a família dá esporro por causa do som alto e potente. Um dia vou fazer um quarto isolado com acústica só pra ver filme hheheheh. Por isso só vejo filme com som 100% em cinema mesmo.

 
At 12:20 AM, agosto 06, 2008, Anonymous Wally said...

Tão ruim assim?

Acho os dois primeiros divertidos. Mas para por aí. Não precisava de outra continuação...

 
At 6:46 PM, agosto 06, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Denis, não torcedores. São bandidos!

Cine Carranca, acho que dá pra esperar pela exibição do filme na TELA QUENTE. Sem problemas. Você já viu esse filme antes.

Robson, tem razão! Você não perde nada.

Wally, exatamente. São divertidos, mas o 3 é ruim de dar dó.

Abs!

 
At 3:57 PM, agosto 07, 2008, Blogger Gustavo H.R. said...

Puxa, por mais que a reimaginação da MÚMIA por Sommers beba da fonte de JONES e cia., acho ela bastante divertida, sem nunca se levar a sério. Claro que, como você disse, não é feita por talentos com tanto domínio da arte como Spielberg e Lucas, mas como diversão, até que quebram um galhão.
Agora, esse terceiro filme tinha cara de bomba desde que anunciaram o título, mas o trailer não era tão ruim.
Vou assistir A TUMBA... se passar legendado, e torcendo para que não concorde com sua opinião (opinião esta que é majoritária; deve ser desde já um dos filmes mais xingados do ano), porque senão lá vi pelo ralo uma franquia interessante.

Cumps.

 
At 11:49 AM, agosto 12, 2008, Blogger Alex Sandro Alves said...

Tens razão Otávio! Eita filme ruim é este 'Tumba do Imperador Dragão'! Atuações, diálogos, situações, tudo é muito ruim e constrangedor!

Uma verdadeira BOMBA!

 

Postar um comentário

<< Home