sexta-feira, abril 03, 2009

O fim de uma era

Hollywoodianos, a SET acabou. A maior revista de cinema do País não existe mais. Fiquei chocado com a notícia, mas me recuso a acreditar que o Brasil não tenha espaço para uma revista de cinema. Mesmo na era da internet. Também me recuso a acreditar que uma marca de mais de 20 anos como a SET tenha um fim tão seco e injusto.

Coleciono essa bagaça desde 1993 quando Van Damme foi capa da revista, por estrelar O Alvo, de John Woo. Tenho uma pilha podre de SETs no meu armário e jamais acreditei que, um dia, conheceria, falaria ou simplesmente trocaria ideias cinematográficas por e-mail ou blogs com gente como Isabela Boscov e Ana Maria Bahiana, grandes nomes que já passaram pela SET.

Eu e você podemos ter nossas opiniões particulares sobre a revista, mas reconheço e exalto a competência dos jornalistas Ricardo Matsumoto e Rodrigo Salem, últimos bravos comandantes da SET. Pelo menos, desses dois caras, eu posso falar. Não conheço direito o Roberto Sadovski, mas torço muito para que Matsumoto e Salem sigam cobrindo o mundo do cinema de alguma forma.

Não tenho informações sobre os motivos, embora a Editora Peixes andasse mal das pernas. Mas talvez seja apenas o fim de uma era. Pode ser que um novo tempo esteja começando. Torço pelos meus amigos e sei que teremos notícias deles muito em breve. Acredito que alguma editora deva apadrinhar a revista, mas a gente fala sobre isso mais tarde.

E você? Sei que tem sua opinião sobre o fim momentâneo da SET. Conte-me, xingue, lamente, comemore. O blog é seu! Ah, a capa aí em cima é da edição de abril, que não ganhará a luz do dia.

20 Comments:

At 6:59 PM, abril 03, 2009, Anonymous Denis Torres said...

"O Brasil é o pais do futuro". hahaha

 
At 7:15 PM, abril 03, 2009, Anonymous Denis Torres said...

Olha que bonito isso:

SOBERANIA NACIONAL

Não são considerados os torneios e há a equivalência entre campeonatos atuais e extintos. Segue:

TÍTULOS DESDE A FUNDAÇÃO

Fluminense

2x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 70(Taça de Prata) e 07(Copa do Brasil)

Total: 2 títulos

Atlético/MG

1x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 71(Brasileirão)
2x Copa Conmebol: 92 e 97

Total: 3 títulos

Botafogo/RJ

1x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 68(Taça Brasil)
1x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 95(Brasileirão)
1x Copa Conmebol: 93

Total: 3 títulos

Vasco da Gama

4x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 74, 89, 97 e 00(Brasileirão)
1x Sul-americana - Copa Mercosul e Copa Sul-americana: 00(Mercosul)
1x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 98(Libertadores)

Total: 6 títulos

Flamengo

2x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 90 e 06(Copa do Brasil)
5x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 80, 82, 83, 87* e 92(Brasileirão)
1x Sul-americana - Copa Mercosul e Copa Sul-americana: 99(Mercosul)
1x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 81(Libertadores)

Total: 9 títulos

Internacional

1x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 92(Copa do Brasil)
3x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 75, 76 e 79(Brasileirão)
1x Recopa Sul-americana: 07
2x Sul-americana - Copa Mercosul e Copa Sul-americana: 96(Mercosul) e 08(Sul-americana)
1x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 06(Libertadores)
1x Mundial - Intercontinental e FIFA: 06(FIFA)

Total: 9 títulos

Grêmio

4x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 89, 94, 97 e 01(Copa do Brasil)
2x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 81 e 96(Brasileirão)
1x Recopa Sul-americana: 96
2x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 83 e 95(Libertadores)
2x Mundial - Intercontinental e FIFA: 83 e 95(Intercontinental)

Total: 11 títulos

Cruzeiro

5x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 66(Taça Brasil) e 93, 96, 00 e 03(Copa do Brasil)
1x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 03(Brasileirão)
2x Supercopa Libertadores: 91 e 92
1x Recopa Sul-americana: 98
2x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 76 e 97(Libertadores)

Total: 11 títulos

São Paulo

6x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 77, 86, 91, 06, 07 e 08(Brasileirão)
3x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 92, 93 e 05(Libertadores)
3x Mundial - Intercontinental e FIFA: 92 e 93(Intercontinental) e 05(FIFA)
2x Recopa Sul-americana: 93 e 94
1x Copa Conmebol: 94
1x Supercopa Libertadores: 93
1x Copa Masters Comenbol 96

Total: 16 títulos

TÍTULOS DESDE A FUNDAÇÃO DO SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE(1930)

Todos os títulos relacionados aos clubes em questão foram conquistados após a fundação do Maior do Mundo, 1930.

TÍTULOS DESDE O TÉRMINO DA CONSTRUÇÃO DO ESTÁDIO DO MORUMBI(1970)

Fluminense

2x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 70(Taça de Prata) e 07(Copa do Brasil)

Total: 2 títulos

Botafogo/RJ

1x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 95(Brasileirão)
1x Copa Conmebol: 93

Total: 2 títulos

Atlético/MG

1x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 71(Brasileirão)
2x Copa Conmebol: 92 e 97

Total: 3 títulos

Vasco da Gama

4x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 74, 89, 97 e 00(Brasileirão)
1x Sul-americana - Copa Mercosul e Copa Sul-americana: 00(Mercosul)
1x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 98(Libertadores)

Total: 6 títulos

Flamengo

2x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 90 e 06(Copa do Brasil)
5x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 80, 82, 83, 87* e 92(Brasileirão)
1x Sul-americana - Copa Mercosul e Copa Sul-americana: 99(Mercosul)
1x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 81(Libertadores)

Total: 9 títulos

Internacional

1x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 92(Copa do Brasil)
3x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 75, 76 e 79(Brasileirão)
1x Recopa Sul-americana: 07
2x Sul-americana - Copa Mercosul e Copa Sul-americana: 96(Mercosul) e 08(Sul-americana)
1x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 06(Libertadores)
1x Mundial - Intercontinental e FIFA: 06(FIFA)

Total: 9 títulos

Cruzeiro

4x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 93, 96, 00 e 03(Copa do Brasil)
1x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 03(Brasileirão)
2x Supercopa Libertadores: 91 e 92
1x Recopa Sul-americana: 98
2x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 76 e 97(Libertadores)

Total: 10 títulos

Grêmio

4x Nacionais - Taça Brasil e Copa do Brasil: 89, 94, 97 e 01(Copa do Brasil)
2x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 81 e 96(Brasileirão)
1x Recopa Sul-americana: 96
2x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 83 e 95(Libertadores)
2x Mundial - Intercontinental e FIFA: 83 e 95(Intercontinental)

Total: 11 títulos

São Paulo

6x Nacionais - Robertão e Brasileirão: 77, 86, 91, 06, 07 e 08(Brasileirão)
3x Continental - Sul-americano Interclubes e Libertadores: 92, 93 e 05(Libertadores)
3x Mundial - Intercontinental e FIFA: 92 e 93(Intercontinental) e 05(FIFA)
2x Recopa Sul-americana: 93 e 94
1x Copa Conmebol: 94
1x Supercopa Libertadores: 93

Total: 16 títulos

Definitivamente não há discussão. Seja regional ou nacional a soberania tricolor é evidente como podemos ver na conclusão abaixo.

CONCLUSÃO

O São Paulo é o clube com mais títulos na história do futebol brasileiro, seguido de perto somente pelo Santos, graças a era Pelé. Palmeiras, Cruzeiro e Grêmio ainda terão que se estruturar e muito para se aproximar do Gigante das Três Cores.

 
At 7:41 PM, abril 03, 2009, Blogger Victor Nassar said...

É uma lástima, definitivamente! Mas acho que deve entrar uma outra editora nisso tudo. Deixar de ganhar um mercado e um público já consolidado como o da SET, será de deixar qualquer marketeiro abismado! Ainda mais que os cinéfilos!

 
At 10:44 PM, abril 03, 2009, Blogger Pedro Henrique said...

E as 4 edições da revista que ainda tenho direito como assinante? Bailei nessa...

Uma pena, na verdade, afinal.

 
At 10:46 PM, abril 03, 2009, Blogger Alex Gonçalves said...

O Bobovski disse que a edição de abril vai chegar e a de maio também. Eu sabia que ela seria migrada de editora. Uma pena que é ele que vai continuar comandando essa bagaça. E uma pena que o Salem deve vir atrás. ODEIO ele, suas críticas me enojam!

 
At 10:51 PM, abril 03, 2009, Blogger Alex Gonçalves said...

E o Ricardo Matsumoto é tosco. Sua crítica de "Babel" idem (faltou espaço para argumentos e sobrou para os extras do DVD).Francamente, só compro a revista mesmo por causa de nomes como Alfredo Sternheim, Roberto Pujol, Suzana Uchôa Itiberê e Dulce Damasceno de Brito (que infelizmente nos deixou).

 
At 12:04 AM, abril 04, 2009, Anonymous Vinícius said...

SET foi, por muito tempo, a melhor de todas mesmo. Foi. Renderam-se ao pop. Nada contra. O problema é quando o pop se volta somente para o pop, ou seja, o pop pelo pop. O nível das análises e da visão crítica da revista caíram bastante. Enfim, ao meu ver, a forma, hoje, é mais importante do que o conteúdo. Isso, para uma publicação de cinema que se pretende minimamente séria, é um suicídio. Foi o que aconteceu.

 
At 1:15 PM, abril 04, 2009, Blogger Gustavo H.R. said...

Acho a revista fraca e muito prejudicada pela onipresença de Salem e sua ditadura do 'pop' (ecôo os sentimentos de Alex quanto a ele), mas é chocante ver que ela faliu. Era uma revistinha sem profundidade, comentava na maioria das vezes blockbusters e mesmo assim não vai pra frente...?

Brasileiro não lê nem isso, só a "TiTiTi"?

 
At 4:37 PM, abril 04, 2009, Anonymous Kamila said...

Também estou chocada com a notícia do fim da revista SET. Sou assinante da revista desde 1998 e não consigo acreditar que ela acabou. Porém, soube que a revista pode voltar por outra editora, no mês de Maio.

Beijos!

 
At 5:30 PM, abril 04, 2009, Anonymous Vinícius P. said...

Já não acompanho a revista há um longo tempo (por motivos semelhantes ao que pessoal citou aqui), mas obviamente era muito importante e fui pego de surpresa com essa notícia. Se voltar, tomara que seja para melhor...

 
At 5:40 PM, abril 06, 2009, Blogger Museu do Cinema said...

Já vai tarde, quem conhece a Set desde o inicio sabe que ela virou piada nesses últimos 10 anos! Cavou a própria sepultura! Alias, há 10 anos q parei de acompanha-la e mantenho-me mais atualizado por blogueiros amigos!

 
At 11:33 AM, abril 07, 2009, Blogger Fábio L. Rockenbach said...

Deixem de besteira.
Toda vez que uma publicação fecha, é uma lástima. Revista de fofocas, fecha uma e surgem 4 no lugar. Revista de Cinema, quantas existem? Conto nos dedos as que tiveram alguma relevância: a Cinemin, toda em P&B formato tablóide, a Video News, santuário do REF, a SET e outras tentativas frustradas por aí.
Goste ou não da SET, criticar a revista porque ela comenta POP e blockbuster e não comenta os filmes do seu jeito é uma coisa besta, é criticar os outros porque não fazem do jeito que a gente quer. Deixem disso... quando uma revista de cinema fecha as portas, é um mau sinal, péssimo para nós que trabalhamos na área e MUITO RUIM para quem é apenas entusiasta ou blogueiro.

Se a SET não fala mais de cinema independente, brasileiro, europeu ou clássico, como chegou a fazer um dia, é porque não existe público para comprar e SUSTENTAR revista com esses temas. Se nem com o POP isso tem dado muito resultado.

Criticar e malhar é fácil, quero ver vocês tocarem pra frente uma publicação dessas do jeito que vocês querem que ela seja - perguntem aos editores da Teorema como é manter uma revista com crítica aprofundada.

Péssima notícia... e ainda vou sentir falta da diagramação. As críticas eram rasas PORQUE O PÚBLICO CADA VEZ MAIS QUER LER MENOS E IR DIRETO AO PONTO. É o que se discute, e muito, na faculdade de jornalismo hoje, o quanto se tem se rendido ao que o PÚBLICO quer ( e esqueçam o que vocês querem, infelizmente somos minoria ).

Torço para que encontrem alguém que siga editando e publicando a revista dos blockbusters, do pop e das análises sem profundidade - muito por falta de espaço.

 
At 11:35 AM, abril 07, 2009, Blogger Fábio L. Rockenbach said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 11:36 AM, abril 07, 2009, Blogger Fábio L. Rockenbach said...

Aliás, não há nada mais fácil do que criticar: até um analfabeto pode criticar.
E quantos conseguem manter e tocar uma revista que depende de grana, anúncios e política editorial e publicitária para se pagar (afinal, de graça ninguém faz nada).....
Só quem trabalha nessa área e depende disso sabe da pressão para se render ao que traz mais público e dinheiro - fazer blog caras, é fácil, não é preciso pagar, agradar ou ganhar dinheiro, e aí, dá pra falar do que se quer, do jeito que se quer e que se foda o mundo...

 
At 1:57 AM, abril 08, 2009, Anonymous Vinícius said...

Fábio, é como eu disse: o problema é quando a forma é mais importante do que o conteúdo. É o que vinha acontecendo. Eu pelo menos não disse que o problema é ser pop. O problema é não falar de cinema. Se tu pegar os trabalhos do Tarantino, por exemplo, verás que ele arrota pop. Mas ao mesmo tempo fala direto sobre cinema. Mesmo com toda a sua roupagem pop, o foco, o cerne, o conteúdo é cinema (seus filmes provam isso). Não era o que vinha acontecendo com a revista. Espero que tenha entendido o que quis dizer.

Outra: falar que a culpa é do público, "QUE CADA VEZ MAIS QUER LER MENOS E IR DIRETO AO PONTO", não é uma justificativa tão palpável assim. Explica, mas não justifica. Pra mim, não. Dá muito bem para escrever pouco, e ir direto ao ponto, de uma forma que a arte fílmica em si esteja em primeiro plano. O Merten prova que isso é possível diariamente. Infelizmente, não era o que a gente lia todo mês lá.

Pra fechar aqui, vou logo terminar de jogar a merda no ventilador: me parece que você está muito mais preocupado com corporativismos do que em analisar a maneira como seus colegas vinham tratando (ou melhor, destratando) esta arte, que você e eu amamos tanto. Acho que poderia ver um pouco mais criticamente o que eles faziam lá. Se ponha uma vezinha em nosso lugar. Não quero excluir o público do lance, mas acredito que os editores (ou seus superiores, sei lá) da revista têm muita culpa nesta derrocada. Não só eles, tudo bem, mas principalmente eles.

Abraços cordiais.

 
At 6:13 PM, abril 08, 2009, Blogger Fábio L. Rockenbach said...

Vinícius meu chapa
Trabalho em veículo onde a página de cultura e entretenimento foi BANIDA para dar lugar a sinopses com fonte maior das novelas do dia e fotos de sociedade.
Então eu sei bem como funciona essa questão de corporativismo - e ninguém dos leitores reclamou da ausência da editoria de cultura.
Quando eu falo do corporativismo, é porque eu sei que se a revista falar sobre cinema da maneira que nós gostamos de fazer, e dos filmes que nós gostamos também de escrever e não têm espaço na revista, ela vai fechar ainda mais cedo.
Triste assim...

 
At 12:02 AM, abril 09, 2009, Anonymous Vinícius said...

É Fábio, triste mesmo. Talvez a saída para esses problemas seja investir em outros tipos de mídias. Por isso que eu apóio muito atitudes como a sua, no caso da Revista Cinefilia (que acho ótima, aliás). Quem sabe se a SET mudar para essa linha os seus áureos tempos retornem...

 
At 12:31 AM, abril 09, 2009, Blogger Fábio L. Rockenbach said...

Concordo... mas uma revista online com retorno financeiro envolvido não funciona, na minha opinião. Tudo é questão de grana e de chamar grana.

Um filme como Velozes e Furiosos 4 movimenta anúncio da distribuidora, promoção de ingressos, movimento da marca e atração do público interessado no blockbuster. E a SET, então, oferece 6 páginas com matéria sobre Vin Diesel, mais biografia e entrevista. Esse espaço de seis páginas é o mesmo que demos para o especial Giallo, que dificilmente veria a luz do dia numa revista dessas por não ter anunciante, distribuidora interessada ou público correndo aos cinemas.

Se vale dizer, sempre detestei a forma como a SET dá 5, 6 páginas transformando o lançamento do mês na nova obra-prima do ano, inclusive quando o filme é uma M... Nessas matérias de capa, sempre tudo é maravilhoso. Falta, e muito, senso crítico à Revista. Esse foi o grande pecado deles, e não o fato de falarem de blockbusters ( isso é minha opinião )

E ao que parece, eles vão continuar si, em outra editora, pelo que o Sadosvki deixou escapar no blog dele.

 
At 1:58 PM, abril 10, 2009, Anonymous Vinícius said...

Tomara que nessa outra editora eles mudem de postura, Fábio. Tomara.

 
At 4:34 PM, abril 11, 2009, Blogger Mayara Bastos said...

Realmente, é uma pena! Lia direto de graça na livraria que frequento. E era uma boa revista. Espero que outra editora se interesse. ;)

 

Postar um comentário

<< Home