sábado, março 22, 2008

10.000 A.C.


Não sei se o diretor Roland Emmerich quis fazer uma aventura divertida ou se a intenção foi filmar uma comédia de ação. Se o herói pré-histórico D'Leh (Steven Strait) fosse interpretado por atores melhores como Renato Aragão ou Roberto Benigni, o ridículo 10.000 A.C. (10.000 B.C., 2008) ainda seria a mesma porcaria nas mãos do diretor de Independence Day, Godzilla e O Dia Depois de Amanhã. Esse é o pior filme de sua carreira. E olha que Godzilla é grotesco.

A história é o samba do crioulo doido: começa numa tribo de caçadores de mamutes, que é surpreendida pela chegada de Evolet, uma menina de olhos azuis. Ela cresce e vira a linda Camilla Belle, atriz filha de mãe brasileira. A Yoda da vila conhecida como Mãe Anciã sente que a garota é peça principal de uma profecia. O guerreiro D'Leh, o canastríssimo Steven Strait, tem o coração da moça, mas ela é raptada por uns nômades, que atravessam um deserto atrás de escravos para construirem pirâmides para um Deus gigante com unhas de Zé do Caixão. D'Leh vai ao fim do mundo para resgatar a amada e, no caminho, junta um exército que mais parece o elenco de Os Deuses Devem Estar Loucos. É mais ou menos isso. Quando você imagina que o filme não tem como piorar, Roland Emmerich surpreende com sua imensa criatividade. A coisa vai ladeira abaixo.

O erro já começa na criação de D'Leh, um herói confuso e atrapalhado. Em sua jornada, ele mata um mamute sem querer no melhor estilo Didi Mocó e faz amizade com um tigre dente-de-sabre - e ainda fala algo assim para o animal: "Vou te ajudar, então, vê se não me come". Maravilhoso, não? Além disso, perto do final, flagramos D'Leh lutando no meio de uma multidão com um sorriso largo estampado no rosto. Será que Emmerich não viu isso na sala de montagem? Ou 10.000 A.C. é mesmo comédia? Mas a cena que me fez rir sozinho no cinema foi aquela do velho cego que sai da terra para explicar a origem dos vilões do filme. Aproveito aqui para pedir desculpas ao público daquela sala pelas altas gargalhadas. É triste, no entanto, saber que Roland Emmerich leva seu trabalho a sério.

Eu não aprendo mesmo... Muitos me avisaram sobre a ruindade deste filme. Pelo menos, eu esperava algo divertido. Mas foi dose resistir até o fim. Dessa vez não deu. Até os efeitos visuais decepcionam - o tigre parece falso como uma nota de R$ 3,00. Imagine só que O Escorpião Rei, com o Sr. The Rock, consegue ser superior a isso. Vocês pensam que Stallone faz filmes ruins? Ou Van Damme? Não gosta de Transformers? Ponto de Vista? Então, tente encarar esse "épico" de Roland Emmerich.

Olha, vai ser muito difícil ver um filme pior do que 10.000 A.C. neste ano. Talvez nem em 10.000 anos. Mas agora, já estou vacinado. Pode vir qualquer coisa que eu agüento.

10.000 A.C. (10.000 B.C., 2008)
Direção: Roland Emmerich
Roteiro: Roland Emmerich e Harald Kloser
Elenco: Steven Strait, Camilla Belle, Cliff Curtis, Joel Virgel, Affif Ben Badra, Mo Zinal

15 Comments:

At 3:30 PM, março 22, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Não vi nenhuma crítica positiva a respeito desse filme, portanto devo esperar para o DVD - como disse, muitos já me avisaram sobre a ruindade de "10.000 A.C.". E é decepcionante saber que nem os efeitos convencem...

 
At 3:33 PM, março 22, 2008, Anonymous Wally said...

Cruzes, tão ruim assim?? Pior que Alien vs. Predador 2? Ainda bem que não me arrisquei. Acho que vou deixar pra ver Ponto de Vista esse fim de semana mesmo.

Ciao!

 
At 5:21 PM, março 22, 2008, Blogger Rodrigo Fernandes said...

aahha, comos eria matar um mamute ao estilo didi-mocó... ahaha, adorei...
cara, eu curti o filme, não tinha expectativa nenhuam de ver um filme com historia, grandes dialogos..
e como vc, tbm não me arrependo, me diverti tbm, achei que as grandiosas cenas são dignas de uma telona de cinema...
abraços

 
At 9:10 PM, março 22, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Otávio, acabei de ter uma notícia ótima. Morricone irá se apresentar em SP na próxima semana. Como não consegui ir na sua apresentação no Rio, essa eu não perco! Abs.

 
At 9:33 PM, março 22, 2008, Anonymous Carlos Eduardo said...

Uma nota de R$3? Eu ouvi isso em algum lugar de Barton Fink...

 
At 10:50 PM, março 22, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Otávio, O Olho do Mal é pior que esse aí, que também é ridículo.

 
At 2:35 PM, março 23, 2008, Blogger Romeika said...

Otavio, estou aqui rindo sozinha com o seu texto. O filme foi essa coisa terrivel toda, mas pelo menos rendeu esse texto hilario.

 
At 3:44 PM, março 23, 2008, Blogger Kamila said...

Otavio, teremos um filme pior que esse, em 2008: "Os Espartalhões". :-)

Brincadeiras à parte, eu acho que "10.000 A.C." é um filme horroroso mesmo. Os efeitos são fracos e a história é uma sucessão de lendas sem sentido algum.

Feliz Páscoa!

 
At 10:57 AM, março 24, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Vinicius... é "o horror, o horror". Como diria o Marlon Brando em APOCALIPSE NOW.

Wally, ALIEN VS. PREDADOR 2, pelo menos, tem dois grandes atores: o Alien e o Predador.

Rodrigo, acho que o Didi assumiria o filme como comédia.

Denis, na verdade, custa de R$ 700 a R$ 1500. Absurdo! No Rio, em 2007, foi R$ 75,00. Os shows acontecem em SP, mas não é para o meu bolso não.

Carlos, acho que tem algo assim mesmo em BARTON FINK :)

Pedro, mas O OLHO DO MAL tem a Jessica Alba. Não vale nem por ela?

Romeika, obrigado! Eu ri muito com esse filme.

Kamila, a tradução brazuca deveria ter chamado 10000 BC de OS ESPARTALHÕES. Roland Emmerich fez o verdadeiro OS ESPARTALHÕES.

Abs!

 
At 11:47 AM, março 24, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Quer dizer então que já temos o pior filme do ano?

 
At 1:30 PM, março 24, 2008, Blogger fabiana said...

Não fala mal de Ponto de vista, néam?

=/

 
At 2:21 PM, março 24, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Cassiano, sei não, mas vai ser muito difícil ter algo pior...

Fabiana, eu gostei de PONTO DE VISTA. Bem legal. Nada excepcional, mas é bem divertido.

Abs!

 
At 3:41 PM, março 24, 2008, Blogger Daniell said...

Eu queria era voltar no tempo pra recuperar a inocência que eu perdi quando assisti esse filme...

 
At 9:01 PM, março 24, 2008, Blogger Weiner said...

Curti muito os efeitos especiais, para mim muito cuidadosos e bem convincentes. Fora isso, uma perda total de neurônios, lixo completo.
Abraço!

 
At 5:25 PM, setembro 03, 2008, Anonymous Pablinhoo Ceres said...

heeiii. galera vamo dar um credito ao menos aos efeitos visuais do filme , tao ate bonzinhos ...
so que de resto o filme decepciona em tudo , nao como piorar o roteiro , a direção é fraquissima , enfim...
fracasso , fracasso , filme soh pra encher linguiça ...

 

Postar um comentário

<< Home