segunda-feira, maio 26, 2008

O mundo conhece Sandra Corveloni


Desde ontem que não se fala em outra coisa quando o assunto é cinema. Pelo menos, aqui, no Brasil. Neste domingo, a paulistana Sandra Corveloni desbancou favoritas como Angelina Jolie ao merecer o prêmio de Melhor Atriz do 61º Festival de Cannes, por seu desempenho em Linha de Passe, o novo filme de Walter Salles e Daniela Thomas.

Linha de Passe conta a história de Cleuza (Sandra Corveloni), empregada doméstica e mãe de quatro filhos (e à espera do quinto). Um deles cultiva o sonho de se tornar um jogador de futebol.

A discussão nacional em torno do nome de Sandra Corveloni é reforçada pelo fato da atriz ter repetido a façanha da grande Fernanda Torres, que ganhou o mesmo prêmio em 1986, por Eu Sei que Vou te Amar. Mas há um "pequeno" diferencial (sem desmerecer o imenso talento de Fernandinha): Sandra Corveloni não é uma atriz "Global". E isso deve ser valorizado. Ainda mais por saber que, aos 43 anos, ela foi homenageada pelo júri de Cannes sem, ao menos, ter o rosto reconhecido nas ruas pelos próprios brasileiros.

Formada em teatro pela PUC-SP, Sandra Corveloni é atriz do sensacional Grupo Tapa. Sua vitória em Cannes foi uma prova de que cinema não deve ser tratado como produto. O cinema é feito por artistas talentosos e, infelizmente, muitos deles não têm uma única chance para brilhar. Não é só aqui no Brasil, mas a arte vem ganhando um tratamento cínico. Alguma coisa se perdeu no tempo quando lembramos que estúdios ou emissoras de TV preferem trabalhar a imagem de um rostinho bonito com corpo sarado. O talento deveria vir em primeiro lugar. Mas fazer o quê? A arte virou produto para consumo em massa de adolescentes e o público jovem quer investir em produções protagonizadas por atores e atrizes com idades até, no máximo, 40 anos. E olhe lá. Hoje em dia, o público quer se ver na tela representado por astros e estrelas jovens. É só ligar a TV ou escolher nove entre 10 filmes em cartaz nos cinemas e você entenderá o que estou dizendo. Nós reclamamos diariamente da falta de talento, mas a culpa também é nossa.

Sandra Corveloni não pôde ir a Cannes para receber o prêmio, afinal após cinco meses de gravidez, ela perdeu o bebê. Os diretores Walter Salles e Daniela Thomas representaram a atriz na cerimônia e exaltaram o talento da moça. Que 2008 comece agora para Sandra Corveloni! E que Linha de Passe chegue logo aos cinemas brasileiros.

12 Comments:

At 10:02 PM, maio 26, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Eu não me fazer de entendido, mas eu nunca vi nenhum trabalho da Sandra. Mas fiquei feliz por ela. Apesar de ter torcido pela Lara Croft.

Abraço!!!

 
At 10:33 PM, maio 26, 2008, Anonymous Wally said...

Muito legal ver o resultado eclético de Cannes e uma brasileira vencendo. Pretendo logo, logo ver o filme.

Ah, e vi Indy 4! ÓTIMO!

Ciao!

 
At 12:17 AM, maio 27, 2008, Blogger Robson Saldanha said...

Gostei bastante dela ter ganho. Porque é bom, pra mostrar que não só quem vive na TV é que tem mando de campo e cacife pra ser fazer um bom personagem. O teatro é uma verdadeira escola de bons atores!!

 
At 7:55 AM, maio 27, 2008, Blogger Weiner said...

É bem gratificante ver uma grande atriz como ela, de carreira sólida no teatro, mas desconhecida do público "noveleiro" do Brasil conseguir este feito ( não estou criticando, até porque onde eu moro não tem teatro, só cinema e televisão, e eu gosto de novela).
Parabéns a Sandra, mais nova vencedora brasileira em Cannes!

Abraço, Otavio!

 
At 8:10 AM, maio 27, 2008, Blogger Rodrigo Fernandes said...

ahaha, apesar de não ser global, como vc mesmo mencionou Otávio.. a Globo já tratou de colar na dela no ultimo domingo, no fantastico... foi lá que soube da noticia vendo ela receber uma ligação do walter, a parabenizando...
tomara que cada vez mais o mundo reconhece nossos talentos e que principalmente o proprio Brasil os valoreize...
abraços!!!

 
At 9:59 AM, maio 27, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

isso é ótimo, ver uma atriz que não é o meio monopolista de cinema ganhar um premio que eles tanto almejam ...

CHUPA GLOBO!


agora vem a parte ruim ... vão com certeza chamar ela para participar em novelas e derivados ... agora é só recusar ...


PARABENS AO CINEMA BRASILEIRO

 
At 10:30 AM, maio 27, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Vi a entrevista dela no "Fantástico" e no "Mais Você" (essa última no site da Globo) e fiquei emocionado com a história dela, esse prêmio veio no momento certo de sua vida. Ansioso por "Linha de Passe"...

Abraço!

 
At 10:53 AM, maio 27, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Pedro, temo pelo filme do Clint. A Angelina é linda, mas ela costuma fazer péssimas escolhas.

Wally, vc gostou de INDY? Que bom! Não estou sozinho...

Sim, Robson! O teatro é uma escola. Alguém precisa ficar de olho nesses talentos.

Weiner, não posso dizer aqui que nunca vejo novela. Mas não é um costume... Torço, por exemplo, para que a Alinne Moraes mata todo mundo na novela das oito e saia vitoriosa.

E tem uma coisa, Rodrigo: o Walter Salles tem o dom para revelar talentos, não?

Johnny, permita-me o plágio: CHUPA GLOBO!

Vinicius, eu também estou ansioso, afinal é um filme sobre futebol. E ninguém ainda acertou nesse quesito.

Abs!

 
At 1:30 PM, maio 27, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Otávio, a visualização do seu site voltou ao normal. Vc descobriu o que estava acontecendo?

 
At 3:49 PM, maio 27, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Não, Denis. Não faço a mínima. Abs!

 
At 3:54 PM, maio 27, 2008, Blogger Kamila said...

Não conhecia a Sandra, mas fiquei super feliz por ela. Realmente, é muito raro para uma atriz como ela obter um reconhecimento desses. Melhor ainda, é ver alguém como ela, uma pessoa real e não afetada, na televisão falando da conquista em Cannes como se isso fosse a coisa mais normal do mundo! :-)

Beijos!

 
At 5:39 PM, maio 27, 2008, Blogger Weiner said...

Aí, Otavio...
E eu achava que era o único que torcia pela Silvia...
Abraço!

 

Postar um comentário

<< Home