quinta-feira, fevereiro 21, 2008

15 dos 80 Oscars

O Oscar faz 80 anos neste domingo. E não adianta. Quem gosta de cinema pode reclamar ou concordar com as escolhas da Academia, mas sempre volta para acompanhar a cerimônia no ano seguinte.

Estou indo para o meu 15º Oscar. Assisti a 14 cerimônias pelos canais Globo, SBT e, atualmente, TNT. Sempre com Rubens Ewald Filho comentando. Antes de 1994, eu nunca havia ficado acordado até o fim. Desde então, resisti bravamente com muito café aos intermináveis e chatos números musicais da Academia e não preguei mais os olhos.

Abaixo, destaco pontos positivos e negativos nas minhas 15 experiências noite adentro nas entregas das famosas estatuetas douradas.

1994: A Lista de Schindler foi o Melhor Filme - superando Em Nome do Pai, O Piano, Vestígios do Dia e O Fugitivo. Foi muito emocionante vibrar com o primeiro Oscar para Steven Spielberg. Na verdade, ele ganhou dois naquela ocasião - Filme e Direção. Demorou, mas Steven foi reconhecido como "cineasta adulto". Como se precisasse...

1995: Forrest Gump bateu Pulp Fiction, Quatro Casamentos e um Funeral, Quiz Show e Um Sonho de Liberdade. Apesar de adorar os filmes de Quentin Tarantino e Frank Darabont, acho que a vitória foi justa. Tom Hanks repetiu a dose do ano anterior e ganhou mais um Oscar de Melhor Ator, igualando o feito de Spencer Tracy. Woody Allen concorreu na categoria de Melhor Diretor pela última vez com o fantástico Tiros na Broadway. É lógico que ele não foi na festa.

1996: Coração Valente derrotou Babe, Apollo 13, Razão e Sensibilidade e O Carteiro e o Poeta. Na época, eu adorei a vitória de Mel Gibson. Acho que ainda concordo com o resultado final. Mas foi uma cerimônia sem graça e sem surpresas. Só acho que Despedida em Las Vegas deveria ter sido indicado a Melhor Filme. Mas no lugar de quem?

1997: O primeiro Oscar que passei nervoso. Acho O Paciente Inglês chatíssimo. Nove Oscars? Hello?? Aqui sim os Irmãos Coen deveriam ter recebido os Oscars de Filme e Direção, por Fargo. Pelo menos, eles levaram o de Roteiro Original. Não entendo até hoje como O Povo Contra Larry Flynt ficou de fora como Melhor Filme.

1998: Titanic levou tudo. E quer saber? Eu concordo. Mas também adorei ver Jack Nicholson ganhar como Melhor Ator e "pular" as rachaduras do palco como seu personagem em Melhor É Impossível. Também foi legal ver Matt Damon e Ben Affleck com o Oscar de Roteiro Original, por Gênio Indomável. Na Globo, Arnaldo Jabor chamou Robin Williams de canastrão. Foi o fim para ele como comentarista.

1999: Shakespeare Apaixonado bateu O Resgate do Soldado Ryan como Melhor Filme. Harrison Ford, amigo de Steven Spielberg, anunciou o prêmio e fez cara de bobo. Inacreditável. Seria o pior Oscar de todos se Spielberg não tivesse ganho sua segunda estatueta de Melhor Diretor. Gwyneth Paltrow? Roberto Benigni? Por favor... Essa Miramax, hein.

2000: Beleza Americana ganhou o Oscar principal. Bateu O Informante, O Sexto Sentido, Regras da Vida e À Espera de um Milagre. Foi uma das melhores seleções que eu já vi. Torci por O Sexto Sentido. Mas tudo bem. O prêmio ficou em boas mãos. Neste ano, a Dreamworks virou o jogo contra a Miramax papa-Oscar, que aprontou O Paciente Inglês e Shakespeare Apaixonado.

2001: Gladiador derrotou Traffic, Erin Brockovich, O Tigre e o Dragão e (sic) Chocolate. Esse último foi uma tentativa absurda do marketing da Miramax, que deixou o excelente Quase Famosos de fora. Mas deu Dreamworks de novo. Eu adorei a vitória de Gladiador. Steven Soderbergh foi o Melhor Diretor, mas eu preferia Ang Lee. Julia Roberts fez escândalo ao ganhar como Melhor Atriz. Ela merece. Ok?

2002: Para mim, O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel foi o melhor de todos. A Academia preferiu ver a trilogia completa antes de qualquer coisa - o que é compreensível. Depois do filme de Peter Jackson, Uma Mente Brilhante era o melhor mesmo. Mas o ano ficou marcado pelas vitórias de Denzel Washington e Halle Berry (sic) como Ator e Atriz. Cansada de ser apontada como racista, a Academia aprontou essa marmelada pra cima de Russell Crowe, hein.

2003: Chicago? Deus, isso fez Moulin Rouge (candidato do ano anterior) parecer uma obra-prima. Meu favorito era As Duas Torres, claro. Mas por que não um Oscar para As Horas? Ou O Pianista? Bom, a velha Miramax virou o jogo contra a Dreamworks. Eta briguinha chata de marketing, sô. Foi um dos Oscars mais chatos que eu já vi. Gangues de Nova York concorreu a 10 Oscars e não levou nada. Nem o de Melhor Ator para Daniel Day-Lewis. Adrien Brody? Faça-me o favor...

2004: O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei ganhou, literalmente, tudo. Igualou o recorde de 11 Oscars de Ben-Hur e Titanic. É isso aí. Dormi feliz naquela noite.

2005: Menina de Ouro e Clint Eastwood derrotaram O Aviador e Martin Scorsese, respectivamente. A noite ficou marcada pelo duelo entre esses dois grandes nomes do cinema. A vez de Scorsese ainda chegaria.

2006: Quando Jack Nicholson falou CRASH no final da festa, ninguém acreditou. Nem ele. Nem mesmo Paul Haggis, o diretor e roteirista do filme. Eu torci por Boa Noite e Boa Sorte ou Munique, mas todos esperavam pela vitória de Brokeback Mountain, que também é maravilhoso. Ao menos, Ang Lee foi o Melhor Diretor. Enfim, gosto de Crash, mas o filme de Paul Haggis precisou muito mais de um Oscar do que o drama de Ang Lee para ser reconhecido.

2007: And the Oscar goes to... Martin Scorsese! E Os Infiltrados ainda levou o de Melhor Filme. Foi demais! Adeus, Babel. Sorry. Esse foi o meu primeiro Oscar com o Hollywoodiano.

2008: A gente fala depois sobre isso.

14 Comments:

At 2:04 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Romeika said...

Acho que a maioria dos cinefilos concoram que 1999 foi um dos piores anos do Oscar. Acho "Shakespeare Apaixonado" bonitinho e nada mais, nunca consegui gostar muito desse filme. E os vencedores de melhor ator e atriz, pasme! Pelo menos Spielberg ficou com o Oscar de direcao...

Ah, Otavio, eu gosto de "O Paciente Ingles".. :-) E a vitoria do Denzel Washington foi aceitavel, acho que o Crowe perdeu pra alguem que merecia tanto quanto ele, o que nao eh de todo ruim.

 
At 2:05 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Romeika said...

*concoram:concordam

 
At 2:42 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Muito legal essa sua retrospectiva. Eu não tenho nem metade do seu tempo de Oscar. Estou indo para o meu 6 Oscar por enquanto.
O único que não gostei foi o de 2006, quando Crash venceu.

Abraço!!!

 
At 3:08 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Roberto Benigni foi mais do que merecido, falem o que falar.

 
At 5:42 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Kamila said...

Otavio, eu acompanho as cerimônias do Oscar desde 1997, quando colocamos TV a cabo aqui. E fico na TV o dia inteiro, vendo o Countdown, tapete vermelho, a cerimônia e o post-show.

E minha cerimônia menos favorita é a de 1999. Tenho o DVD do Oscar daquele ano por causa do Edward Norton, mas é um martírio para mim assistir ao show todo. Acho que foi o pior ano em termos de vencedores.

E que venha o domingo para que a gente tenha mais momentos emocionantes e marcantes. ;-)

Beijos e bom final de semana!

 
At 6:34 PM, fevereiro 21, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

Gosto muito de acompanhar o Oscar, lembro que faço isso desde o ano do "Titanic" - mas até 2002 não tinha disposição para ficar acordado até o final, fazendo isso pela primeira vez quando "Uma Mente Brilhante" foi o grande vencedor.

Minhas edições preferidas são:
2000 - como disse, não vi todo o Oscar, mas a seleção está muito boa mesmo, com um dos meus filmes preferidos ("Beleza");
2004 - também dormi (muito) feliz naquela noite - tanto que nem liguei para a derrota de "Cidade de Deus";
2007 - melhor seleção do Oscar ever... Quer dizer, após ver "Sangue Negro", acho que essa de 2008 está melhor.

Belo post!

 
At 6:55 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Camis said...

Poxa..eu adoro O paciente inglês. Nem estranho quando dizem que não gostam. Geralmente meu gosto não bate muito com o da maioria.
Agora: Shakespeare Apaixonado?
Meu deus. Sacal, no mínimo.
Até hoje não consegui assistir aquilo.
E Brokeback? Lamentarei sempre.
Pela lista que você fez, tive a impressão de assistir ao Oscar desde criancinha. Nem imaginava que eu já tinha visto tantos.
De fato, eu vejo mesmo todo ano, há muito tempo, sempre rezando pro Rubens Ewald Filho perder as cordas vocais.

 
At 7:38 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Acho que a maioria não gosta mesmo da cerimônia de 1999, hein... Foi terrível.

Bom, sobre O PACIENTE INGLÊS, eu acho a fotografia belíssima, assim como a trilha sonora do Gabriel Yared. São os 2 Oscars para o filme que eu assino embaixo.

Acho que o Oscar de Filme Estrangeiro para A VIDA É BELA foi justo. Adoro o filme. Não concordo é com o Oscar de Melhor Ator para o Benigni. Mas enfim... Dessa forma, ele também merecia uma indicação por O TIGRE E A NEVE.

Abs!

 
At 8:18 PM, fevereiro 21, 2008, Anonymous Marco said...

Mais um pra lista de quem não gostou da premiação 1999. Gwyneth Paltrow vencer de Cate Blanchett, Meryl Streep, Fernanda Montenegro e Emily Watson é demais. Assim como é demais ver Roberto Benigni, o Didi Mocó italiano, vencer de Ian McKellen, Edward Norton, Tom Hanks e Nick Nolte. Sem contar quando A Vida é Bela venceu de Central do Brasil (um dos meus filmes favoritos). Com certeza o pior ano...

 
At 10:44 PM, fevereiro 21, 2008, Anonymous Wally said...

Bela retrospectiva Otavio!

Eu acompanho desde 2004 apenas, quando O Senhor dos Aneis abocanhou tudo. Acho que até merecia, mas eu prefiro o filme de Eastwood esse ano. Concordamos na maioria dos palpites. Considero A Lista de Schindler o melhor Spielberg, preferiria Pulp Fiction à Forrest Gump mas fiquei satisfeito. Coração Valente mereceu sem dúvida. O Paciente Ingles é um filme que me agradou muito, mas o vi faz o que? uns 4 anos, pelo menos, preciso rever. Também acho merecido Titanic ter levado tudo. O filminho incrível esse. Até hoje me maravilho com ele. Um marco do cinema. Nem Curtis Hanson merecia mais. Inacreditavel o apenas bom Shakespeare Apaixonado vencer O Resgate do Soldado Ryan, simplesmente o melhor filme de guerra que já vi. Imperdoável. Sobre a cerimonia de 2000...voce já sabe. Não poderia ficar mais contente. Beleza Americana é o meu filme. Eu prefiro Traffic à Gladiador. Alias, acho ele um ótimo filme, mas ainda preferia O Tigre e o Dragão, e outros esquecidos como Réquem para um Sonho. Adoro ambos A Sociedade do Anel e Uma Mente Brilhante. Fiquei contente com o resultado, mas acho que Crowe merecia ter levado esse ano, e no ano anterior, Tom Hanks. E poxa, adoro Chicago, mas As Horas merecia mais. E Day-Lewis merecia seu Oscar. Esse ano vai ser recompensado. Como disse, a vitória de O Retorno do Rei me agradou bastante, mas adoro o filme de Eastwood. Em 2005 gostei de ver Eastwood vencendo, principalmente porque dois anos depois Scorsese teria o que merece. Também concordo com a vitótia de Crash. Acho que tiveram 3 obras-primas aquele ano, Crash, Brokeback Mountain e Munique. Acho grandes filmes, maravilhosos. E realmente Scorsese merecia mais que Babel e companhia. A noite foi - merecidamente - de Os Infiltardos. Dormi feliz nesse dia, rsrsrs.

Ciao!

 
At 11:48 PM, fevereiro 21, 2008, Blogger Weiner said...

Rapaz, você acompanha a premiação a um bom tempo! :-) Eu comecei a tomar gosto por Oscar em 1998, quando Titanic foi vencedor, e eu, feliz da vida, fui dormir com a sensação de que a Academia premiaria sempre os meus favoritos. Vãs esperanças. Em 99 preferia "Soldado Ryan" ao água com açúcar "Shakespeare"; em 2000 preferia todos a "Beleza Americana", um lindo filme, mas que não marcou-me tanto como os demais indicados daquele ano; em 2001 preferia "Traffic"; em 2002 queria ver "Entre Quatro Paredes" premiado; em 2003 "As Horas" disparado; em 2004, voltei a sorrir com o prêmio para Senhor dos Anéis". Em 2005, meu querido "O Aviador" passou longe, perdendo para um filme belo mas incompleto, "Menina de Ouro"; em 2006 voltei a surpreender-me com "Crash", positivamente. E por último, meu preferido "A Rainha" perdeu para o pior de todos: os "Infiltrados".
Abraço!!!!

 
At 10:56 AM, fevereiro 22, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Didi Mocó foi engraçado, hein, Marco...

Wally, preciso dizer que tb preferia Tom Hanks a Russell Crowe, em 2001. E faltou uma indicação de coadjuvante ao Wilson ;-) Mas torci por GLADIADOR como filme. Em 2002, torci por Russell Crowe...

Weiner, eu também torci por O AVIADOR, mas adoro MENINA DE OURO e não acho o filme incompleto...

Abs!

 
At 2:33 PM, fevereiro 22, 2008, Anonymous Clarissa said...

Eu particularmente acho chata a premiação e nunca consigo ver até o final. Mas no outro dia gosto de ler tudo sobre, na internet, blogs ou nos jornais. Essa que é a parte divertida, acompanhar o que os fãs acharam e ver as opiniões.

Bjs!

 
At 2:58 PM, fevereiro 22, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

COM CERTEZA, O TIGRE E A NEVE NEM SER INDICADO PELA ITÀLIA FOI FODA.

MAS TB O FILME DE TORNATORE É FILMÃO.

 

Postar um comentário

<< Home