sexta-feira, junho 06, 2008

Os Cinco de Sidney Lumet


O diretor norte-americano Sidney Lumet está de volta aos cinemas do País. Em Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto (leia crítica aqui), o cineasta prova que o talento jamais abandona os grandes artistas. Aos 83 anos, Lumet fez um de seus melhores trabalhos.


O HOLLYWOODIANO classificou Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto como o sexto melhor filme de Lumet. Abaixo, veja a lista do blog para as cinco maiores contribuições do diretor para o cinema.



1 - Doze Homens e uma Sentença (1957)

É o melhor filme que eu já vi sobre lei, ordem, justiça, moral, ética, etc. Se esses temas formam um gênero, Doze Homens e uma Sentença é o maioral. Henry Fonda lidera um júri (ou elenco) magnífico, que discute se um jovem é culpado ou inocente de uma acusação. Lumet fez um filme muito teatral, mas não esquece nem por um segundo que estamos falando é de cinema.



2 - Um Dia de Cão (1975)

É o melhor filme que eu já vi sobre assalto. Cassino, banco, não importa quem vai encher o bolso dos bandidos de grana, mas Um Dia de Cão é a referência. No caso, Lumet joga o espectador num assalto a banco frustrado para Al Pacino e John Cazale. Irmãos em O Poderoso Chefão I e II, os atores assumem outro laço afetivo em Um Dia de Cão - é bom eu não comentar para não estragar a surpresa, que só é revelada na metade do filme. Além disso, Lumet mostra que Um Dia de Cão é muito mais do que um longa sobre assalto a banco. Muitos pensam que o roubo precisa ser espetacular, mirabolante, perfeito para render um belo filme. Veja Um Dia de Cão e entenda o que quero dizer. A produção tocou em temas inesperados e polêmicos para os anos 1970, marcou uma geração inteira e impressiona até hoje.



3 - Serpico (1973)

O policial Frank Serpico (Al Pacino) paga o preço pela honestidade. Por ser correto, seus colegas de profissão querem a sua caveira. Hollywood já discutiu a corrupção na polícia norte-americana em vários filmes. Serpico é o melhor. Dois anos depois, Pacino voltaria a trabalhar com Lumet em Um Dia de Cão. Difícil escolher em qual dos dois papéis ele está melhor. Al Pacino é um monstro e eu acredito nele.



4 - Rede de Intrigas (1976)

Não queria ser repetitivo, mas o que posso fazer? Hollywood fez diversos filmes para criticar a televisão. Nos anos 1970, a TV ainda não ameaçava tanto o reinado do cinema, mas Lumet discutiu seus excessos como ninguém fez até hoje. Temos grandes filmes sobre os bastidores da TV, mas Rede de Intrigas é o melhor. Lumet carrega o filme com a força da palavra graças ao texto contundente de Paddy Chayefsky, e torna evidente a nossa culpa nos (vários) problemas da TV, que triplicaram nos dias de hoje. William Holden, Faye Dunaway, Robert Duvall, Ned Beatty e Peter Finch estão ensandecidos em seus papéis. É um dos maiores roteiros do cinema. O filme perdeu o Oscar para Rocky - Um Lutador, mas não tenho nada a declarar sobre isso.



5 - O Veredicto (1982)

Então, eu estou dizendo que Sidney Lumet fez filmes definitivos sobre diversos temas? É, acho que sim. O Veredicto é o melhor filme que eu já vi, cujo personagem principal é um advogado. Paul Newman perdeu o Oscar de Melhor Ator para Ben Kingsley, por Gandhi. Dustin Hoffman também concorreu no mesmo ano, por Tootsie. A concorrência foi pesada, mas acho que Paul Newman nunca foi tão bom em sua carreira quanto em O Veredicto. E ele é um ator fantástico. Só que Sidney Lumet sempre tirou o máximo de seu elenco. Com o grande Paul Newman não foi diferente.

13 Comments:

At 3:37 PM, junho 06, 2008, Blogger Kamila said...

Só assisti a um filme dessa lista, Otavio: "Um Dia de Cão". Anotei todas as outras recomendações, especialmente "Rede de Intrigas", que todos dizem ser um dos grandes filmes do cinema norte-americano.

Beijos e bom final de semana!

 
At 3:50 PM, junho 06, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

E você gosta de UM DIA DE CÃO, Kamila?

Bjs! Bom final de semana!

 
At 4:57 PM, junho 06, 2008, Anonymous Vinícius P. said...

É uma grande vergonha, mas dessa lista só vi "Um Dia que Cão", um dos melhores filmes da década de 70 (e que deveria ter vencido alguns Oscars). "Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto" vem atrás da minha preferência, mas ainda assim é um grande filme!

Abraço.

 
At 6:51 PM, junho 06, 2008, Blogger Kamila said...

Gosto bastante, Otavio. Acho que, no filme, o Al Pacino dá uma das melhores performances de sua carreira - não à toa foi indicado ao Oscar de Melhor Ator.

Beijos!

 
At 8:37 PM, junho 06, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Now we´re talking cinema. Só filmão nessa lista e fico até desnorteado se tivesse que colocá-los numa sequência. Otávio, no filme o Veredicto você quis dizer que este é o melhor filme cujo personagem principal é um advogado ou este é o melhor filme de tribunal que vc viu na sua vida?

 
At 8:49 PM, junho 06, 2008, Anonymous Denis Torres said...

Agora se fosse para escolher a melhor cena e atuação desses cinco filmes, eu fico com Peter Finch e seu personagem Howard Beale em Rede de Intrigas. Quando ele começa o seu diálogo I´ve had enough... e coloca toda sua insatisfação em pleno horário nobre é de arrepiar! Por essa atuação ele levou o Oscar de melhor ator, mas não pode receber pois morreu antes da própria nomeação, tendo sido a primeira vez que algo do tipo aconteceu em Hollywood. O roteirista Paddy Chayefsky e sua mulher receberam o prêmio no lugar dele.

 
At 2:56 AM, junho 07, 2008, Blogger Rodrigo Fernandes said...

Só vi o "Doze Homens e uma Sentença" e "Um dia de cão"
e os achei brilhantes... o primeiro é genial...como pode um filme que tem dois ou tres cenários com pouqissimos personagens, sem efeitos especiais, perseguiçoes, ehehhe ser tão emocinante e interessante que te prende do começo ao fim...
achava até que durante o filme, ía mostrando o passo a passo do crime do garoto... não cosneguia entender - apenas lendo a sinopse que seria daquela forma.. brilhante e genial digna de um mestre.. cinema puro..
O um dia de cão é otimo tbm... o filme inteiro é ótimoe culmina um final excpecional... grande Lumet e provando que está em plena forma...
abraços!!!

 
At 11:46 AM, junho 07, 2008, Anonymous Wally said...

Lumet já me conquistou, diretor muito, muito bom.

Meu top é esse:

1-12 Homens e uma Sentença
2-Rede de Intrigas
3-Um Dia de Cão

e os outros dois que vi foram Sob Suspeita e Glória, sendo este primeiro bom e o segundo bem decepcionante e fraco.

Ainda pretendo ver mais do cineasta, incluindo seu novo. Sua obra-prima definitiva é mesmo 12 Homens e uma Sentença. Filmaço!

Ciao!

 
At 1:39 PM, junho 07, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

É verdade, Kamila. Pacino é um monstro.

Denis, acho que sobre um advogado. O tribunal é bem no fim. Sobre Peter Finch, tudo em NETWORK é exagerado, mas isso é do texto de Paddy Chayefsky. Finch mereceu o Oscar, mas adoro a simplicidade (pronta para explodir) de Al Pacino em UM DIA DE CÃO e SERPICO.

Rodrigo, o novo filme dele pode não ser superior a outros que ele já fez. Mas isso é culpa (ou mérito) do próprio Lumet. Mas ANTES QUE O DIABO SAIBA QUE VOCÊ ESTÁ MORTO não fica devendo nada a esses cinco filmes.

Wally, veja logo o novo filme dele. Acho que você vai gostar. Meu preferido é mesmo 12 ANGRY MEN, que aliás tem uma versão recente feita para a TV. Acho que tem o Tommy Lee Jones no elenco se não me engano.

Abs!

 
At 1:41 PM, junho 07, 2008, Blogger Otavio Almeida said...

Vinicius, SERPICO, REDE DE INTRIGAS e O VEREDICTO ainda não foram lançados em DVD no Brasil. Não entendo o motivo da demora.

Abs!

 
At 2:28 PM, junho 07, 2008, Blogger Victor Nassar said...

"12 Homens e uma Sentença" é obrigatório!
Se existisse VHS na época, a capa viria com alguma aspas do The New York Times dizendo: Um elenco fantástico para um roteiro fantástico!

Os outros de Lumet eu não cheguei ver. Nem mesmo "Antes que o Diabo Saiba..."

Mea culpa.


Abs Otávio!

 
At 7:02 PM, junho 07, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Ainda não consigo escolher os cinco de Lumet. Mas acho que Rede de Intrigas me fascina mais...ah, não sei...

Abraço!!!

 
At 11:35 AM, junho 08, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

Amigo ... não lembre o ano de 1976 ... um ano deploravel da Academia ...

 

Postar um comentário

<< Home