segunda-feira, junho 09, 2008

Como vovó já dizia...

Todo mundo já está verde de saber, mas O Incrível Hulk estréia nesta sexta-feira nos cinemas. O filme produzido, escrito e protagonizado por Edward Norton e dirigido por Louis Leterrier, de Carga Explosiva, ignora a versão dramática de Ang Lee, lançada em 2003, para entregar o que os fãs do verdão (e da Marvel) queriam: Hulk esmagando! Pelo menos, a promessa é de mais ação e menos drama.

Na verdade, Norton e Leterrier ignoram os acontecimentos narrados pelo diretor de Brokeback Mountain e O Tigre e o Dragão, mas o novo filme traz uma pequena introdução ao personagem para não perder tempo com apresentações. Ou seja, o esquema não é exatamente um Hulk Begins como Christopher Nolan propôs para um certo Homem-Morcego. E nem se trata de um Hulk 2. Captou? Meio confuso, não?

Eu só tenho uma pergunta a fazer no meio disso tudo: Por que diabos deixaram Ang Lee assinar o Hulk de 2003 com uma visão muito pessoal se não era isso o que os fãs e a Marvel queriam? O novo filme pode até ser legal, mas nada me tira da cabeça que isso é uma falta de respeito com Ang Lee.

Goste ou não, a intenção da Marvel, que já assumiu a função de produtora de cinema, é unir seus universos a exemplo do que faz nos quadrinhos. E a proposta teve início em Homem de Ferro. Por muito tempo, correu um boato que Robert Downey Jr. e Ed Norton apareceriam juntos nos dois filmes. Mas Norton não está na montagem final de Homem de Ferro. Só se eu pisquei e perdi.

Também não sei se Downey Jr. faz uma ponta em O Incrível Hulk. Se isso não acontecer desta vez, rapaz, acontecerá em breve. Pode esperar. Mas será que essa idéia de ligar as aventuras funcionará tão bem no cinema como ocorre nos quadrinhos?

O "pé atrás" com O Incrível Hulk ainda envolve outra questão: sei que ainda tem fã reclamando do visual digital do gigante esmeralda. Não sei se é um problema, afinal se a história for boa, o espectador ficará preso nela e nem ligará para qualquer defeito especial. Ou será que você não consegue assistir a Tubarão, de Steven Spielberg, que fez um monstrengo mecânico atacando Roy Scheider, Robert Shaw e Richard Dreyfuss? Penso que se um filme é bom, o realismo dos efeitos visuais se torna secundário. Minha querida vovó, por exemplo, adorava o Lou Ferrigno pintado de verde na série de TV dos anos 1970. Para ela, garanto que nenhum efeito de computador seria capaz de superar a atuação do grande Ferrigno.

Descobriremos na sexta-feira se o novo Hulk de Ed Norton deu certo ou não. Ao menos, espero que os fãs gostem. Se for ruim, minha saudosa avó não terá esse desgosto.

7 Comments:

At 8:31 PM, junho 09, 2008, Blogger Kamila said...

Na realidade, Otavio, Downey Jr. foi quem gravou uma participação especial em "The Incredible Hulk". Parece que a cena está indo ao ar nos comerciais do filme, nos EUA.

Apesar de ter reescrito "The Incredible Hulk", o WGA negou ao Edward os créditos no filme. Por isso, quem assina a obra é o Zak Penn.

Eu concordo com você: os efeitos devem complementar a história, mas não tirar o foco dela.

Torço muito pelo sucesso do filme e acho que a Marvel está super satisfeita com o produto que irão apresentar a partir dessa sexta-feira para o público!

Beijos!

 
At 9:19 PM, junho 09, 2008, Blogger Pedro Henrique said...

Eu acho que esse novo Hulk tem tudo para ser bom. Mas nunca vai bater Homem de Ferro nas bilheterias.

Abraço!!!

 
At 2:05 AM, junho 10, 2008, Blogger Robson Saldanha said...

Eu vi um trailer num blog que tem link no meu blog (CineBlog) que mostra a participação especial do Iron Man em Hulk. Acredito que tenha sido um desrespeito realmente, mas concordemos que aquele filme é fraquíssimo!

 
At 11:13 AM, junho 10, 2008, Anonymous Alex Sandro Alves said...

Também estou com um pé atrás... Não consigo engolir Ed Norton como 'Hulk'... Seu tipo, sua voz, sua cara, nada me convence que aquele homem é o esmeralda gigante... Espero estar enganado...

Também não tenho tanta certeza que o filme será tão agitado assim, como esperam os fãs... E Leterrier não me diz absolutamente nada... Achei 'Carga Explosiva' muito besta... Não vi nada demais neste filme...

Até acho legal a "união" dos universos dos heróis da Marvel, mas a questão é: quanto custaria um filme desses??? Muuuuuuito... Por isso acho que ainda irá demorar um pouquinho para acontecer...

Se será um sucesso? Como saber? Não vi nada demais em 'Homem de Ferro' (personagens mal desenvolvidos e cenas de ação apenas medianas), e ele foi sucesso por onde passou!!!

Olha Otávio é verdade... Lou Ferrigno como 'Hulk' era sensacional!!!

 
At 11:33 AM, junho 10, 2008, Blogger Johnny Strangelove said...

Assim, vi o comercial de tv de Hulk e vi ele dizendo ... Hulk SMASH! e ainda quem faz a voz é o Lou ... vixi ... me arrepiei todim
eheheheeh


confio no filme ... se for bom ... é foda ... se não ... boa tentativa ...

 
At 3:34 PM, junho 10, 2008, Blogger Museu do Cinema said...

Estão querendo brincar com nosso dinheiro Otávio, há pouquissimo tempo atrás o Ang Lee fez um filme que não deu certo (leia dinheiro) e agora há uma segunda tentativa de arrancar nossas moedas. Pirata neles!

 
At 10:54 AM, junho 11, 2008, Blogger Daniell said...

Eu fico puto exatamente com a mesma coisa! Porque, em nome de Deus, um estúdio contrata um diretor com uma visão de mundo pessoal e artística se eles nao querem essa perspectiva!? Porque não contratar um Brett Raner da vida logo de uma vez?

 

Postar um comentário

<< Home